Cada funcionário da Netflix gera mais de US$ 2 milhões em receitas

Número é maior do que outras empresas de tecnologia.

De acordo com um estudo realizado pela Buy Shares, em 2019, a receita por funcionário da Netflix foi de US$ 2,34 milhões (R$ 12,10 milhões na cotação atual).

A receita por funcionário é calculada dividindo a receita total anual da empresa pelo número de funcionários. A métrica é utilizada para determinar quanto cada colaborador gera de receita para uma empresa, além de servir como forma de comparação entre negócios do mesmo setor.


Geralmente, essa receita é menor em empresas que exigem muito trabalho, e alto em empresas de tecnologia que tem equipes reduzidas, como é o caso da Netflix.

Os dados apontam que a plataforma de streaming fica à frente da Apple, que apresenta a segunda maior receita por funcionário, US$ 1,9 milhão (R$ 9,82 milhões).

Em seguida, aparecem o Facebook com US$ 1,6 milhão (R$ 8,27 milhões), a Alphabet com US$ 1,4 milhão (R$ 7,24 milhões) e eBAy com US$ 812 mil (R$ 4,20 milhões).

Apesar da forte concorrência no mercado de streaming, a Netflix continua a adicionar a novos assinantes, em uma taxa alta e constante.

VIU ISSO?

–> Netflix está preocupando investidores

–> O que rolou? Netflix e Amazon registram altas históricas na bolsa

–> Netflix volta a oferecer período de degustação gratuito

Somente no primeiro trimestre deste ano, a Netflix adicionou cerca de 10,09 milhões de novos clientes pagantes, atingindo a marca de 192,95 milhões de assinantes. Desde o terceiro trimestre de 2011, o número de usuários da plataforma cresceu 797,42%.

Segundo o site MacroTrends, o número de empregados do serviço de streaming em 2019 era de 8,6 mil, um aumento de 17.81% em relação ao ano anterior.

Com informações de Buy Shares.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários