Disney perde importante executivo para o TikTok

Kevin Mayer liderou o lançamento do serviço de streaming Disney+.

Nesta segunda-feira, 18, a Walt Disney Company anunciou que Kevin Mayer, seu atual executivo-chefe, vai deixar o cargo para se tornar CEO da empresa chinesa ByteDance, responsável pelo aplicativo TikTok.

Em novembro do ano passado, o executivo estava na liderança do lançamento do serviço de streaming Disney+, que em apenas 5 meses registrou mais de 50 milhões de assinantes.


Desde fevereiro, Mayer ocupava a função de executivo-chefe da Disney. Para o cargo vago foi nomeada Rebecca Campbell, para chefiar a divisão direta ao consumidor e internacional, o que inclui os serviços de streaming da companhia.

O aplicativo TikTok permite que usuários criam vídeos curtos e apliquem efeitos especiais. Ele é muito popular entre adolescentes e tem se tornado em um importante formador de tendências culturais.

A popularidade do app da empresa chinesa tem despertado preocupações do governo de Donald Trump.

Em novembro de 2019, os Estados Unidos iniciaram uma análise de segurança nacional da aquisição do aplicativo Musical.ly pela ByteDance, por US$ 1 bilhão (R$ 5,72 bilhões na cotação atual).

VIU ISSO?

–> Cade aprova compra da Fox pela Disney

–> TIM e Telefónica fecham acordo com Disney+

–> Netflix segue soberana frente ao Disney+

Além disso, dois senadores entraram com um projeto de lei para proibir o uso do TikTok em telefones emitidos pelo governo para funcionários federais.

Para reverter a situação, a ByteDance tem tentado separar o TikTok de muitas de suas empresas chinesas, assim como tem feito contratações de alto nível nos últimos meses, como é o caso de Kevin Mayer.

Com informações de Reuters.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários