AT&T entra no mercado de streaming com grande empolgação

Com caminhos livres no Brasil, operadora não deve demorar para trazer o serviço HBO Max para o país.

Divulgação HBO Max (Twitter)
Imagem: Divulgação HBO Max (Twitter)

Você deve conhecer o gigante acervo dos estúdios Warner. Grandes títulos e nomes da cultura pop como Batman, Liga da Justiça, Friends, Harry Potter, Mulher Maravilha, Coringa, Scooby-Doo, Game of Thrones e diversos outros vão ilustrar o promissor catálogo do serviço HBO Max.

A grande entrada da AT&T, controladora do estúdio, no mercado de streaming está agendada para a próxima quarta-feira. Porém, em cenário de coronavírus, há um grande entrave: as produções originais congeladas.


Ou seja, a empresa encomendou séries e filmes novos para bater de frente com a Netflix, Disney+ e Amazon Prime Vídeo, mas teve que paralisar tudo até que a pandemia passe a ter números decrescentes mundo afora e gravações sejam retomadas.

Mas, engana-se quem pensa que isso desanimou os executivos, que não veem a hora de entrar no duelo de gigantes que se tornou o mercado de streaming.

Preparados para o futuro?

Por sinal, a AT&T sabe muito bem o que faz, já que também está no mercado de TV por assinatura e acompanha, aos poucos, o declínio do segmento no mundo inteiro. Se uma receita cai, a outra compensa. Ao menos, essa é a lógica que vai nortear a estratégia do HBO Max.

No Brasil, uma previsão de lançamento é aguardada. Afinal, desde que a Anatel aprovou a compra da Warner em terras nacionais, não há mais qualquer limitação para a atuação da AT&T.

VIU ISSO?

–> HBO Max pode chegar ao Brasil em 2021

–> Coronavírus não vai afetar lançamento do streaming HBO Max

–> HBO Max lança novo comercial

A operadora estará no controle da SKY, Warner e, futuramente, o HBO Max. Independente da concorrência de peso que irá enfrentar, é um poderio empresarial que dificilmente passará despercebido.

Estratégia contra o coronavírus

Para o lançamento, há quem aposte que os filmes estariam estreando nos cinemas vão diretamente para o streaming da marca, como uma estratégia para driblar a falta de novos conteúdos.

Quem enfatiza esse fato é o novo CEO da AT&T, John Stankey:

“Com um congelamento na produção de novos conteúdos para TV, streaming e cinemas, os americanos podem começar a assistir filmes de estreia em plataformas de streaming como HBO Max, e não no cinema de vizinhança”, destacou.

Já o presidente da Warner, Bob Greenblatt, disse que os efeitos dessa paralisação nas produções não serão sentidos até o fim de 2020. Será? Nos resta aguardar para saber.

Com informações de The Dallas Morning News

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
0 0 voto
Nota para o redator
Acompanhar esta matéria
Notificação de
3 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários