TIM investe em comunicação via laser

Tecnologia permite conectar estações rádio base sem a necessidade de implantar uma rede de fibra óptica.

Imagem: Ralf Vetterle/Pixabay

A TIM Itália acaba de demonstrar a viabilidade da comunicação via laser entre duas estações rádio base 5G, sem a necessidade de links de rádio ou o uso de cabos de fibra óptica. O experimento foi o primeiro realizado na Europa.

Na demonstração, a tecnologia de comunicação óptica foi combinada com um sistema de ondas milimétricas, para conectar duas antenas de sua rede 5G, na cidade de Turim.


A TIM italiana está entre as primeiras operadoras do mundo a utilizar o conceito de “Free-Space Optical Communication” (Comunicação Óptica de Espaço Livre, em português), atingindo velocidade de cerca de 20 Gbps.

A conexão entre antenas 5G requer alto desempenho em termos de largura de banda e latência, o que normalmente é feito por meio de fibra óptica.

Atualmente a rede de fibra da TIM é a maior da Itália. No entanto, nos casos em que é preciso uma rápida instalação ou existe alguma complexidade geográfica, a operadora poderia utilizar a solução sem fio para conectar as antenas à rede móvel.

VIU ISSO?

–> TIM oferece dados ilimitados em cidades afetadas pelo Coronavírus

–> TIM passa a utilizar computação quântica em sua rede móvel

–> Dona da TIM fecha acordo com Google

Outra vantagem é que o impacto ambiental é reduzido, pois a tecnologia laser tem alta eficiência energética, o que gera baixo consumo de eletricidade.

Entretanto, como qualquer outra tecnologia ela também tem suas desvantagens. A comunicação via laser é muito sensível a nevoeiros ou casos de baixa visibilidade.

A intenção da TIM não é substituir a fibra óptica, mas encontrar soluções complementares para garantir a operação da sua rede móvel.

Com informações de Mondo Mobile Web.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, FAÇA LOGIN para comentar
  Acompanhar esta matéria  
Notificação de