Mudanças no RecargaPay geram insatisfações nos usuários

Plataforma aumentou mensalidade do plano Prime+; entenda as alterações.

Divulgação RecargaPay
Imagem: Divulgação RecargaPay

As carteiras digitais conquistaram diversos usuários pela vantajosa gama de benefícios que oferecem. Entre eles: cashback, pagamento e parcelamento de boleto com cartão de crédito, recarga de cartões de transporte e outros.

O RecargaPay sempre foi uma opção de destaque, especialmente para os usuários de telecomunicações que utilizavam a plataforma com frequência para colocar créditos no smartphone e receber uma porcentagem do valor de volta.


E para conquistar ainda mais consumidores, a plataforma conta com uma assinatura mensal intitulada Prime e Prime+.

Com uma das duas, é possível aumentar o limite de pagamentos realizados por mês, ter cashback ilimitado e até mesmo fazer recargas offline.

Mas algumas mudanças anunciadas na última terça-feira, 3, geraram insatisfações nos assinantes.

Entenda

Em um comunicado via e-mail, o RecargaPay informa que o limite máximo mensal para pagamento de boletos sem taxas é de R$ 3.000 e mensalidade agora terá um custo de R$ 14,99.

Anteriormente, era possível fazer a assinatura por R$ 9,90 e ter um limite de R$ 5.000 para pagamento sem taxas, segundo informam os consumidores.

VIU ISSO?

–> Oi oferece R$ 20 de crédito no RecargaPay

–> RecargaPay cai e deixa milhares de usuários sem cupom de desconto

–> Claro diminui taxa de comissão das recargas e afeta aplicativos

Entretanto, a plataforma já divulgava como uma oferta “limitada”. Os contratantes pelo preço anterior terão um ano para aproveitar o valor reduzido. Depois terão que arcar com o custo de R$ 14,99.

O Prime sempre teve um valor acima do Prime+. Afinal, o primeiro é oferecido para uma contratação mensal enquanto o segundo é para assinatura anual.

Pelo vínculo estabelecido por 12 meses, o usuário ganhava mais vantagens como um preço de assinatura menor e máquina de cartão grátis.

Agora, o custo não é mais um benefício para quem optar pela assinatura anual com a plataforma.

Onda de insatisfações

Anteriormente, muitos usuários comentam que o plano era oferecido com pagamentos em boleto ilimitados, até que a empresa restringiu ao valor de R$ 5.000 e agora chegou em R$ 3.000.

Abaixo, as principais reclamações dos clientes:

De acordo com as respostas do RecargaPay, as mudanças são para promover uma melhor experiência aos usuários.

Entretanto, os clientes parecem perder a confiança no que é oferecido pela empresa, já que as alterações são realizadas em curtos períodos de tempo.

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais votado
mais novo mais antigo
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Jean Michel Skaleé

Se quisessem fazer algum tipo de alteração, que fosse para novos usuários ou na renovacao da assinatura. Tambem assinei mes passado e sinto lesado pela empresa que muda suas regras, visto que ja foi pago pelo plano anual.

Cidade - UF
Nova Santa Rosa-PR
Fredson Carvalho

Promover yma pior experiência com o usuário. Foi podem ver todos ficaram muito satisfeitos. V ou solicitar meu reembolso. Expetativas geradas de boletos ilimitados e fezem esse pegaDONA como cliente. Piada.

Cidade - UF
Feira de Santana - Ba