Claro diminui taxa de comissão das recargas e afeta aplicativos

RecargaPay foi o primeiro a se pronunciar: cashback, que hoje é de 5%, vai cair.

Claro diminui comissão das recargas de celular de 5% para 2%

O aplicativo de pagamentos RecargaPay está comunicando aos lojistas que eles vão ganhar menos para cada recarga Claro que for vendida. Atualmente, RecargaPay converte 5% do valor dos créditos inseridos em comissão. A partir desta segunda-feira (15), o valor do cashback (dinheiro de volta) será reduzido para apenas 2% do valor da recarga.

A empresa RecargaPay afirma que a queda na comissão dos comerciantes é consequência de uma decisão tomada pela Claro. Segundo eles, a operadora de telefonia “determinou que todos os aplicativos do Brasil serão obrigados a oferecer até 2% de remuneração pela venda de recarga de pré-pago”.

Por meio de nota enviada ao Minha Operadora, a assessoria de imprensa da RecargaPay esclareceu que, apesar da mudança para os comerciantes, “não irá alterar a política atual de comissionamento de clientes finais e continua oferecendo até 5% para todas as operadoras”. A empresa não esclareceu, porém, como irá fazer esse subsídio.

VIU ISSO?
Depois de denúncia da Claro, Anatel proíbe FOX de distribuir conteúdo gratuito na internet
Advogada presa durante audiência movia processo contra a Claro
Claro não cumpre oferta prometida para quem tenta mudar de operadora

Representando os consumidores, nós procuramos a assessoria de imprensa da Claro para esclarecer os motivos que a levaram a aplicar mudanças nas taxas de comissão das recargas. Fizemos os seguintes questionamentos:

  1. Por qual motivo a Claro foi a única operadora de telefonia móvel a atribuir um teto de 2% para a remuneração de recargas realizadas por “todos os aplicativos do Brasil”?
  2. A partir de quando essa mudança na taxa de remuneração será aplicada definitivamente?
  3. Além dos aplicativos, lojistas físicos também serão afetados?
  4. Existe um limite atual para a taxa de remuneração das recargas? Se existe, de quanto é?
  5. Com essa mudança de postura, de que forma a Claro será beneficiada?
  6. E os consumidores, sofrerão impacto direto?

A Claro não respondeu a nenhuma das perguntas.

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
21 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários