Agência dos Estados Unidos aprova projeto polêmico sobre o 5G

Republicanos e democratas ficam divididos sobre procedimentos propostos pelo órgão regulador para o leilão da banda C no país.

Imagem: Marat Gilyadzinov/Unsplash

A Comissão Federal de Comunicações (FCC, na sigla em inglês), órgão que regulamenta as telecomunicações nos Estados Unidos, aprovou na semana passada um plano em que pretende pagar até US$ 9,7 bilhões (R$ 44,42 bilhões, na cotação atual) para que as empresas de satélites deixem de utilizar a banda C.

O espectro da banda C, que está na faixa de 3.7GHz-4.2GHz, é considerado crucial para a implantação do 5G. As operadoras de telefonia dependem de uma mistura de espectros de baixa, média e alta frequência para tornar a cobertura e velocidade da conexão de quinta geração uma realidade. O problema é que a faixa é atualmente utilizada pelos provedores via satélite.


A proposta controversa da FCC para autorizar o leilão da banda C e os procedimentos específicos de licitação prevaleceu com 3 votos a 2.

No entanto, o projeto não agradou aos democratas. Os parlamentares concordam que a faixa é valiosa para a implantação do 5G, mas criticam a ideia da FCC (liderada pelos republicanos) de alocar bilhões de dólares para que as operadoras mudem de frequência.

Segundo os democratas, a agência está ultrapassando a sua autoridade ao criar um leilão que alocaria bilhões de dólares em pagamentos de incentivos para empresas de satélites, entre elas estrangeiras.

Eles argumentam que essa quantia deveria ser revertida para projetos de inclusão digital e melhorias nos sistemas de comunicação de emergência do país.

VIU ISSO?

–> 5G pode interferir nos sinais da TV aberta; Eutelsat sugere solução

–> Emissoras de TV e operadoras chegam a um acordo sobre o 5G

–> 5G no Brasil corre risco com demora para leilão do espectro

Enquanto o imbróglio não se resolve, as operadoras de telefonia têm pressionado a FCC para acelerar o leilão da faixa. Vinte e três países, incluindo Austrália, Alemanha, Finlândia, Coreia do Sul e Reino Unido, já leiloaram ou alocaram o espectro da banda C para ser utilizado na rede 5G.

No Brasil, a discussão sobre a banda C também foi a principal responsável pelo atraso na data do leilão do 5G.

Depois de meses de debate, o caminho adotado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) é manter a convivência de frequência entre as transmissões televisivas via satélite e o 5G, cabendo às empresas vencedoras do leilão ressarcir os eventuais custos. Entre as soluções propostas, a mais barata é a instalação de filtros em antenas parabólicas.

O leilão da banda C nos Estados Unidos está previsto para ocorrer no final deste ano.

Com informações de CNET.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, FAÇA LOGIN para comentar
  Acompanhar esta matéria  
Notificação de