Vivo está de olho nos pequenos provedores de internet

Empresas consideradas “pequenas” e regionais dominaram o mercado de banda larga nos últimos anos.

Ilustração Vivo
Imagem: Pixabay

Pelo visto, a Vivo (VIVT3) não está disposta a perder oportunidades. Depois de sinalizar um interesse pela Oi Móvel, a operadora da Telefônica afirmou que também está de olho nos pequenos provedores de internet.

Se a marca avançar em alguma negociação do tipo, representa uma grande chance para os negócios. Afinal, de acordo com o último balanço da Anatel, as empresas consideradas “pequenas” e regionais dominaram o mercado de banda larga.


Elas atingiram a liderança, enquanto a Claro tem a vice. Por isso, a prestadora pode ter identificado uma boa chance para ampliar sua atuação, assim como o número de clientes.

Ao todo, o Brasil conta com mais de 14 mil provedores regionais, que detém 31,5% dos acessos. A Claro vem na sequência (29,2%), seguida pela Vivo (22,2%) e Oi (17,1%). São dados que realmente podem chamar a atenção das grandes companhias de telecomunicações.

VIU ISSO?

–> Vivo Easy reduz diárias em mais de 80%

–> Vivo ainda está interessada na compra da Oi Móvel

–> Oferta da Vivo quadruplica velocidade da fibra

O interesse foi sinalizado por Christian Gebara, atual CEO da Vivo, em recente conferência.

Ele destaca também que a consolidação pode surgir entre as próprias empresas, que juntas serão ainda mais fortes, já que agora representam maioria no mercado de banda larga.

A concorrência promete ficar ainda mais acirrada no mercado. Empresas como Oi e Vivo farão altos investimentos para expandir a operação via fibra óptica.

A segunda, inclusive, já atingiu 11 milhões de domicílios com sua conexão de alta velocidade e a previsão atual é chegar em mais 2,3 milhões de lares.

Com informações de Tecnoblog

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, FAÇA LOGIN para comentar
  Acompanhar esta matéria  
Notificação de