Ações da TIM são mais recomendadas que as da Oi

Análise considera o possível cenário de venda da unidade móvel da operadora carioca; entenda.

Logotipos da Oi e TIM
Imagem: Logotipos da Oi e TIM

Algumas informações sobre a Oi (OIBR3 / OIBR4) sempre geram alvoroço no mercado. Foi o caso da última análise sobre a operadora, que deve captar R$ 8 bilhões até o fim do trimestre. Isso tudo em um cenário de compra da unidade móvel e venda de ativos.

Com isso, as ações da empresa carioca na bolsa de valores dispararam mais de 10% na última terça-feira, 21. Ainda de manhã, os papéis chegaram a ser negociados por R$ 1,07. No fechamento do dia, a alta foi de 12,95%.


Entretanto, segundo relatório do Credit Suisse, as ações não se tornariam interessantes no cenário de venda da unidade móvel da Oi.

O valor do papel ordinário foi projetado em R$ 0,70. Por essa conta, o potencial de desvalorização é 32%. A performance será abaixo da média do mercado.

A venda da divisão móvel da Oi foi calculada em R$ 16 bilhões, mas em um cenário de gestão eficiente, onde o Ebitda (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) possa alcançar margens de 40%.

VIU ISSO?

–> Oi pode embolsar R$ 8 bilhões até março

–> TIM surge com pré-pago anual de 50 GB por R$ 25 mensais

–> Investidores oferecem 10 bilhões de euros pela Telefónica

Esse, por exemplo, é o nível da TIM (TIMP3). A operadora da Telecom Itália é mais recomendada para compra de ações.

Trata-se de uma empresa predominantemente móvel com exposição relevante ao segmento de baixa renda, que está sensível à melhora da macroeconomia.

A Oi segue com um cenário positivo, mas ainda é difícil encontrar vantagem no valor das ações. A venda de todos os ativos não significa que a companhia vai passar a gerar números positivos para o caixa.

Segundo avalia o Credit Suisse, as receitas em queda vão continuar a queimar caixa nos próximos anos.

Já a TIM segue com um potencial de valorização em 20%. O preço-alvo subiu de R$ 15 para R$ 20. A Vivo (VIVT4) também foi recomendada, o valor avançou de R$ 51 para R$ 66.

Com informações de Money Times

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.

1
Deixe um comentário

Por favor, faça login para comentar
  Acompanhar esta matéria  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Renata Viana Silva
Colaborador
Renata Viana Silva

A Vivo pretende comprar a Oi porque a Oi Movel é a 2a em market share em alguns estados do Centro Oeste e Nordeste, áreas onde a Vivo é a 4a.

Cidade - UF
Anapolis GO