Venda da Oi começa a repercutir no Cade

Profissionais do Conselho começaram a especular sobre qual seria a opção com menor impacto concorrencial.  

Ilustração - Dinheiro
Imagem: Sharon McCutcheon (Unsplash)

De acordo com a colunista Joana Cunha, a venda da Oi (OIBR3 / OIBR4) já circula no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Nos corredores, há muitos comentários e duas conclusões sobre as opções que teriam menor impacto concorrencial.

A expectativa é que o serviço móvel da operadora seja vendido para a Claro, TIM ou Vivo em 2020, mas a opção menos prejudicial para a competitividade do mercado é uma aquisição pela TIM ou a venda em partes regionalmente entre as três.


Em recuperação judicial desde 2016, a companhia carioca já contratou até mesmo assessores financeiros para avaliar a operação móvel. Já a venda como um todo nunca foi cogitada pela marca.

VIU ISSO?

–> Oi amplia rede para atender Réveillon de Copacabana

–> Crise da Oi conflita com leilão do 5G; entenda

–> Oi já pode ser vendida; TIM é vista como parceira ideal

Tudo indica que 2020 será decisivo para a operadora. A negociação cogitada poderá ser imprescindível para a continuidade dos negócios da Oi, que investe na expansão da sua rede de fibra ótica e a venda de ativos não essenciais para a operação.

Ambas iniciativas fazem parte do plano estratégico divulgado em julho, com o propósito de reverter os resultados negativos registrados no caixa da empresa. A operação de fibra ótica, assim como o pós-pago, foram serviços que apresentaram crescimento nos últimos resultados da Oi.

Em janeiro, Eurico Teles, atual presidente, deixará o cargo e será substituído por Rodrigo Abreu, atual diretor de operações.

Com informações de Folha de S.Paulo

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.

5
Deixe um comentário

Por favor, faça login para comentar
  Acompanhar esta matéria  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Renata Viana Silva
Colaborador
Renata Viana Silva

A Vivo tem interesse na Oi porque a Vivo no Centro Oeste e Nordeste é bem fraquinha (4° lugar) enquanto a Oi é 2° lugar no Centro Oeste e 1° lugar no Ceará e a Oi ainda disputa a liderança em vários estados do Nordeste.

Cidade - UF
Goianira
João Carlos Nunes Vargas
Colaborador
João Carlos Nunes Vargas

Concordo. Espero que a Vivo compre a Oi móvel.

Cidade - UF
Porto Alegre/RS
João Carlos Nunes Vargas
Colaborador
João Carlos Nunes Vargas

Se for para ser vendida, que seja para a Vivo. Telefônica.

Cidade - UF
Porto Alegre/RS
Tiago Louis Grenoble
Colaborador

Esse lixo chamado Oi, não.precisaba ninguém comprar, põe esse lixo contaminante ruim fora, Ô empresa ruim em todos os sentidos, até vendendo fibra onde não tem ela está fazendo pra mostrar altos índices se vendas e sucesso da vibra no RJ, um LIXO ESSA EMPRESA!

Cidade - UF
Rio de Janeiro RJ
Marcio Faria
Colaborador

Depois que incorporou a NET…a Claro está igual a Oi…um lixo….basta ver os sites que estão sempre off line… danem-se os clientes…..

Cidade - UF
João Pessoa PB