Venda da Oi começa a repercutir no Cade

Profissionais do Conselho começaram a especular sobre qual seria a opção com menor impacto concorrencial.  

Ilustração - Dinheiro
Imagem: Sharon McCutcheon (Unsplash)

De acordo com a colunista Joana Cunha, a venda da Oi (OIBR3 / OIBR4) já circula no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Nos corredores, há muitos comentários e duas conclusões sobre as opções que teriam menor impacto concorrencial.

A expectativa é que o serviço móvel da operadora seja vendido para a Claro, TIM ou Vivo em 2020, mas a opção menos prejudicial para a competitividade do mercado é uma aquisição pela TIM ou a venda em partes regionalmente entre as três.


Em recuperação judicial desde 2016, a companhia carioca já contratou até mesmo assessores financeiros para avaliar a operação móvel. Já a venda como um todo nunca foi cogitada pela marca.

VIU ISSO?

–> Oi amplia rede para atender Réveillon de Copacabana

–> Crise da Oi conflita com leilão do 5G; entenda

–> Oi já pode ser vendida; TIM é vista como parceira ideal

Tudo indica que 2020 será decisivo para a operadora. A negociação cogitada poderá ser imprescindível para a continuidade dos negócios da Oi, que investe na expansão da sua rede de fibra ótica e a venda de ativos não essenciais para a operação.

Ambas iniciativas fazem parte do plano estratégico divulgado em julho, com o propósito de reverter os resultados negativos registrados no caixa da empresa. A operação de fibra ótica, assim como o pós-pago, foram serviços que apresentaram crescimento nos últimos resultados da Oi.

Em janeiro, Eurico Teles, atual presidente, deixará o cargo e será substituído por Rodrigo Abreu, atual diretor de operações.

Com informações de Folha de S.Paulo

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
5 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Renata Viana Silva

A Vivo tem interesse na Oi porque a Vivo no Centro Oeste e Nordeste é bem fraquinha (4° lugar) enquanto a Oi é 2° lugar no Centro Oeste e 1° lugar no Ceará e a Oi ainda disputa a liderança em vários estados do Nordeste.

Cidade - UF
Goianira
João Carlos Nunes Vargas

Concordo. Espero que a Vivo compre a Oi móvel.

Cidade - UF
Porto Alegre/RS
João Carlos Nunes Vargas

Se for para ser vendida, que seja para a Vivo. Telefônica.

Cidade - UF
Porto Alegre/RS
Tiago Louis Grenoble

Esse lixo chamado Oi, não.precisaba ninguém comprar, põe esse lixo contaminante ruim fora, Ô empresa ruim em todos os sentidos, até vendendo fibra onde não tem ela está fazendo pra mostrar altos índices se vendas e sucesso da vibra no RJ, um LIXO ESSA EMPRESA!

Cidade - UF
Rio de Janeiro RJ
Marcio Faria

Depois que incorporou a NET…a Claro está igual a Oi…um lixo….basta ver os sites que estão sempre off line… danem-se os clientes…..

Cidade - UF
João Pessoa PB