Início5GTelefónica seleciona Huawei para implantar 5G na Alemanha

Telefónica seleciona Huawei para implantar 5G na Alemanha

Apesar da pressão americana, governo de Angela Merkel não pretende proibir tecnologia chinesa no país.

A Telefónica, controladora da Vivo no Brasil, acaba de fechar um acordo para que a Huawei forneça infraestrutura para a implantação do 5G na Alemanha. Além da chinesa, a operadora também contratou a Nokia para construção da nova rede de telefonia móvel.

A escolha da Telefónica é uma boa notícia para a empresa chinesa, em meio a forte pressão do governo de Donald Trump. O presidente americano insiste que os equipamentos da Huawei é um risco para a segurança das redes de telefonia.


Na semana passada, a Deutsche Telekom AG, a principal operadora de telefonia do país, anunciou que parou de encomendar equipamentos 5G da China, devido à incertezas políticas.

O acordo da Telefónica ainda precisa receber certificação de autoridades alemãs. Apesar de a chanceler Angela Merkel já ter afirmado que não pretende barrar produtos da Huawei no país, os produtos ainda precisam cumprir certos padrões e diretrizes de segurança.

VIU ISSO?

–> América Latina vive armadilha dos EUA, segundo Huawei

–> Telefónica Vivo escolherá segundo fornecedor além da Huawei para 5G

–> Governo não vai restringir tecnologia chinesa, diz Marcos Pontes

A empresa “está levando em consideração o processo político em andamento de estabelecer essas diretrizes de segurança sem atrasar o início da expansão 5G”, afirmou Markus Haas, CEO da subsidiária alemã.

A Telefónica tem como objetivo um crescimento de vendas de pelo menos 5% na Alemanha até 2022 e procura melhorar sua margem de lucro durante esse período. O seu foco é conquistar mais clientes em áreas rurais e oferecer a rede 5G para clientes corporativos.

Com informações de Bloomberg.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

1 COMENTÁRIO

Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários