InícioTecnologiaTrump estende licença para que empresas dos EUA negociem com Huawei

Trump estende licença para que empresas dos EUA negociem com Huawei

Adiamento beneficiará operadoras locais que atendem áreas rurais do país.

Parece que a novela da Huawei com o presidente Donald Trump está longe de chegar a um fim. Nesta segunda-feira, 18, o governo dos EUA decidiu estender por mais 90 dias o prazo para que as empresas americanas deixem de negociar com a gigante chinesa. O motivo é para que os provedores de serviços continuassem a atender áreas rurais do país, que seriam deixadas no escuro.

Em maio, Trump havia impedido que equipamentos da Huawei fossem utilizados nas redes de comunicações americanas, após Washington descobrir que a empresa violou as sanções dos EUA ao Irã e tentou bloquear uma investigação posterior.


Além disso, autoridades dos EUA afirmam que a empresa é utilizada como ferramenta de espionagem de Pequim, o que seria uma ameaça à segurança nacional. Desde então, comprar tecnologia da Huawei só pode ser feita por meio de aprovação prévia do governo.

A licença atual permite apenas transações específicas e limitadas, envolvendo exportações e reexportações.

VIU ISSO?

–> EUA pretende financiar empresas concorrentes da Huawei

–> Huawei produzirá estações 5G sem componentes americanos

–> Governo americano deve gastar US$ 1 bilhão para se livrar da Huawei

Em entrevista, o secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross disse que prestadoras precisam dessa extensão, pois elas ainda dependem da Huawei para oferecer redes 3G e 4G.

“O departamento continuará monitorando rigorosamente as exportações de tecnologia confidencial para garantir que nossas inovações não sejam aproveitadas por aqueles que ameaçam nossa segurança nacional”, disse Ross.

Esta é a terceira extensão da licença, encerrando em 16 de fevereiro de 2020.

Com informações de Voice of America.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários