Brasileiros querem todas as suas assinaturas em um único espaço

Segundo pesquisa, público quer mais conteúdo, mas sente incômodo para transitar entre TV por assinatura e várias plataformas de streaming.

Consumidor(a) assistindo TV
Imagem: Unsplash

Enquanto muitos apostam que as plataformas de streaming e vídeo sob demanda vão destruir os meios tradicionais de distribuição do conteúdo, como a TV por assinatura, uma pesquisa mostrou um cenário diferente.

A Amdocs, fornecedora de software para companhias de comunicação e mídia, selecionou 500 brasileiros para um teste. Entre eles, 53% assinam serviços de games, 81% tem contrato de TV paga, 87% é cliente de um streaming de TV/filmes e 66% estão com aplicativos de música.


Entre todas as informações, surgiu uma demanda interessante para as operadoras. Cerca de 49% dos brasileiros querem que elas se tornem “agregadoras de conteúdo”, mas o que isso significa?

Consegue imaginar um site ou aplicativo com todas as suas assinaturas disponíveis para acesso? Netflix, Spotify, Amazon, o aplicativo da sua TV por assinatura, entre outros em um único espaço? Então, é basicamente isso, se formos buscar uma exemplificação.

Dos entrevistados, 54% acessam via smartphone outros 22% pela TV. O número dos que desejam as prestadoras como “agregadoras de conteúdo” ainda não representa mais que a metade, mas é expressivo.

VIU ISSO?
Netflix planeja oferecer plano mais barato para mobile
Vivo TV dedica canal para acesso à Netflix
Netflix conseguiu diminuir o tráfego dos torrents

Antes e muito além desse estudo, é notório que as empresas de telecomunicações estudam seguir esse caminho.

A Claro net tv, por exemplo, incluiu a Netflix em seu decodificar e os clientes podem assinar e pagar diretamente pela fatura da operadora. A Vivo TV fez a mesma integração e vende também o Amazon Prime Vídeo para seus assinantes.

Mas por que existe a demanda? A pesquisa se aprofundou e descobriu que 36% dos entrevistados necessita de um serviço nesses moldes por conta do gerenciamento das plataformas.

Um problema apontado é lembrar da senha criada para cada um dos aplicativos. Já 27% dos participantes explicam que o incômodo é justamente acessar o grande número de serviços de conteúdo existentes na atualidade.    

No mesmo contexto, 60% afirma que ter suas assinaturas em um bundle dentro de um único sistema facilitaria.

Apesar desse incômodo, brasileiros estão longe de estarem insatisfeitos com a grande oferta. Outros dados relevantes mostram que 39% está disposto a contratar mais um serviço nos próximos 12 meses.

E 36% dos entrevistados consideraram contratar mais de um se as novas opções forem interessantes.

Quando questionados sobre o que realmente os faria trocar suas assinaturas, 49% mencionou que teria essa atitude para ter acesso a ainda mais conteúdo.

Com informações do Teletime

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Rafael Hipólito

Difícil de acontecer, cada um quer sua parte.

É só ver a segregação de conteúdo de jogos, você tem diversas “lojas”;
Steam, Origin, Uplay, Battle Net, Epic Store.

Cada um só quer por seu produto na sua plataforma.

A mesma coisa está acontecendo no mercado de streaming de filmes/séries.

Vamos chegar num ponto em que ter todas as assinaturas (Netflix, Prime Video, Disney+, etc) custará tanto quanto uma assinatura de TV paga. Se o mercado de TV por assinatura for inteligente, basta uma pequena redução no preço para forçar isso e aumentar a competitividade.

Cidade - UF
São Paulo - SP
Everton

Concordo!

Cidade - UF
Paulista-PE