SKY e Vivo entram no ranking ‘Great Place to Work 2019’

Lista anual considera uma série de fatores e elege as melhores empresas para se trabalhar.

Imagem: Divulgação SKY e Vivo
Imagem: Divulgação SKY e Vivo

A SKY, uma das maiores operadoras de TV por assinatura do Brasil, comemora sua inclusão no ranking “Great Place to Work 2019”. É a segunda vez da operadora na lista, que elege as melhores empresas para se trabalhar anualmente.

“Estamos muito felizes em sermos reconhecidos entre uma das melhores empresas para se trabalhar no Brasil, principalmente, por ocuparmos o primeiro lugar em compartilhamento de informações e valorização do bom desempenho do nosso colaborador. Além disso, destacamos também a 5ª colocação em inclusão de funcionários de forma equilibrada e justa. A SKY está em um processo contínuo de construção de um ambiente propício ao aprendizado, às oportunidades profissionais, ao crescimento pessoal através da transparência, ética, justiça e cordialidade nas relações. Queremos que nosso time sinta orgulho em fazer parte da busca de nosso propósito de universalizar o acesso ao entretenimento digital”, comenta Estanislau Bassols, Presidente da SKY.

Além da SKY, a Vivo também foi contemplada no ranking. Outras empresas como Magazine Luiza, Cielo, Ambev, Eurofarma, Bradesco, Itaú, Natura também ilustram a lista e são consideras entre as melhores empresas para se trabalhar.


VIU ISSO?
Telefônica Brasil nomeia mais uma mulher para o Conselho
UOL terá transmissão dos canais esportivos da FOX
Sky testa serviço mais barato via aplicativo para TV paga ao vivo

A consultoria GPTW atua em 61 países ao redor do mundo. O maior incentivo é que as companhias coloquem seus colaboradores como a estratégia central do negócio. Promover um ambiente saudável e colaborativo é a chave para isso.

Outro conceito que é um dos pilares da companhia é a diversidade. Para eles, não basta um bom programa de contratação, a igualdade é necessária e todos os colaboradores devem ter as mesmas oportunidades de desenvolvimento, benefícios e salários.

Nos princípios da GPTW, a diversidade não deve ser apenas um programa, sim parte da cultura organizacional das companhias.

A Vivo, que entrou no ranking, destacou, em julho deste ano, que a diversidade é um tema de grande importância dentro da empresa. A marca pretende aumentar o número de mulheres em cargos de liderança e a meta de diversidade ganhou influência nos bônus distribuídos para executivos da companhia.

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários