Google vai criar pontos de Wi-Fi gratuitos em todo o Brasil

País é o oitavo no mundo a receber a plataforma Google Station, que já tem mais de 80 pontos em operação na cidade de São Paulo.

pontos de acesso Wi-Fi do Google pelo Brasil

Atualmente com mais de 80 pontos de Wi-Fi gratuitos já funcionando na cidade de São Paulo, o Google anunciou nesta quinta-feira (6) a chegada de sua plataforma de conectividade Google Station, que é parte do programa da empresa para implantação de pontos de acesso sem fio de alta qualidade em países emergentes.

A capital paulista é a primeira cidade do país a receber a plataforma, instalada em espaços públicos como os parques do Ibirapuera e Chico Mendes, o Largo da Concórdia e Praça Silva Teles e estações de trem da CPTM como Barra Funda e Pinheiros.


No Brasil, o projeto é resultado de uma parceria com a America Net e a Linktel, e, num primeiro momento, conta com o patrocínio do Banco Itaú. Até o final de 2020, por meio de parcerias como estes, o objetivo da empresa é que milhões de brasileiros acessem a internet através do Google Station.

VIU ISSO?
Internet em Cuba vai melhorar devido a um acordo com o Google
Google passa a oferecer plano com internet ilimitada no celular

“A missão do Google de organizar as informações do mundo e torná-las universalmente acessíveis e úteis têm nos incentivado a criar uma internet mais inclusiva. Mesmo que estejamos mais conectados do que nunca no Brasil, as pessoas querem estar na internet sem consumir os seus dados móveis e, para muitos, o acesso à informação ainda é um grande desafio”, diz Fabio Coelho, presidente do Google Brasil.

No mundo, o Google Station está disponível em mais de mil pontos de acesso na Índia, Indonésia, México, Tailândia, Nigéria, Filipinas e Vietnã. Nesses lugares, já existem mais de 10 milhões de usuários ativos. A plataforma foi lançada durante o Google for India, em 2016.

About Erivelto Tadeu
Jornalista com mais de 30 anos de experiência, exercendo as funções de repórter, redator, editor, especializado nos setores de tecnologia da informação, internet e telecomunicações.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*