Fibra ótica pode ser mais importante que 5G para a Oi

Leilão de espectro 5G deve começar em 2020. Empresa terá que pensar de forma estratégica para concorrer com as outras ou expandir um sólido produto.

Campanha publicitária da Oi Fibra.
Imagem: Divulgação

Em recuperação judicial desde 2016, a Oi vive um momento de difíceis escolhas. A principal delas deve ser estratégica e já para o início de 2020, data na qual o leilão pelo espectro 5G está agendado.

Segundo o relatório da Ovum, sobre as perspectivas para o mercado de telecomunicações no Brasil, a marca terá que decidir se mantém o foco dos investimentos da banda larga via fibra ótica ou se direciona para o 5G.


Caso escolha a segunda opção, a operadora poderá concorrer com as outras, mas na visão da consultoria, o caminho mais sólido é manter os investimentos na fibra ótica, nem que para isso a empresa tenha que vender a operação móvel.

O cenário que se desenha é difícil e desafiador para a empresa. Ela ainda não saiu da recuperação judicial. Também não participou do leilão de 700 MHz [em 2014], o que representa um gap no 4G. Então a empresa ainda não está em sua situação normal, mas ganhou quatro ou cinco anos para pagar o que sobrou da dívida“, afirma Ari Lopes, analista da Ovum.

Para o especialista, a Oi tem melhor proveito se gastar um real em fibra, do que a mesma quantia colocada na telefonia móvel.

VIU ISSO?
– Oi Controle volta com oferta de 12GB por R$ 49,90
– Oi implanta fibra óptica de alta velocidade em mais uma cidade
– Rodrigo Abreu será o novo presidente da Oi

Se escolher o investimento no 5G, a Oi terá que comprar o espectro mais o 700 MHz, que a empresa não comprou. Isso significaria o gasto de um recurso escasso. Além disso, os equipamentos.

Os acionistas precisariam aprovar um novo aporte, já que a empresa possui R$ 6,2 bilhões em caixa, sendo R$ 4 bilhões vindo do aumento de capital.

A banda larga fixa da Oi, via fibra ótica, parece um produto sólido para a empresa continuar com o investimento e expansão. Desde o início do ano, o produto se destaca no ranking de velocidade da Netflix com a primeira posição, tirando o trono da Live TIM.

Além do produto, a empresa se destaca com a oferta de TV por assinatura nos famosos “combos” com a internet. O serviço de telefonia fixa e móvel também continua, mas o futuro pode ser incerto nesse último.

Conforme o analista confirmou, a aposto do 5G é de longo prazo. O padrão não está pronto e as primeiras redes no Brasil só devem sair em 2020 ou 2021. O lançamento então será limitado a poucas cidades.

Ou seja, o retorno ainda demoraria para chegar. Na fibra ótica, a ampliação do aporte para R$ 7 bilhões já foi destinada a isso e as chances de recuperar o “market share” perdido com o produto são altas.

Vários analistas apostam que a venda operação móvel seria um bom caminho. A TIM e a AT&T seriam bons compradores, mas poderiam ser barradas por endividamento e a concentração de mercado.

Outra opção da Oi seria um compartilhamento de infraestrutura com a TIM, caso a companhia tome a decisão de investir no 5G. Seria um acordo sensato, se levarmos em consideração a maior capacidade das concorrentes Claro e Vivo e as características complementares das duas envolvidas na transação, de acordo com a explicação de Ari Lopes.

Com informações do Teletime.

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.

12
Deixe um comentário

avatar
10 Número de Comentários
2 Número de Respostas
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário com mais interação
10 Autores de comentários
Marcelo AlvesGustavo RabeloBulukkaHellitonWiliam Autores recentes de comentários
  Cadastre-se  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Luan souza
Visitante

Nossa que demora pra sai uma decisão vende a parte móvel ou não vende pra quem vender. Pra claro Tim. Vivo ou outra empresa tá na hora de decide

MARCOS ELENILDO FERREIRA
Visitante
MARCOS ELENILDO FERREIRA

Desde quando esses milionários estão preocupados com a vida do povo ???? Querem mesmo é que todos morram de câncer … lamentável esses Illuminatis malditos 😡😡😡

João Carlos Nunes Vargas
Visitante
João Carlos Nunes Vargas

Torçamos que a empresa não precise vender nada. E consiga aumentar seu market share em todos os campos.

Ricardo Souza
Visitante
Ricardo Souza

Penso o mesmo. Mas se tiver que vender, que venda logo tudo, quem sabe para os chineses que tem fome,vontade e grana, para investir no Brasil.

Luan souza
Visitante

Se a oisso melhor acesso suas coberturas e premoções seria uma boa opção tipo por 9.99 o cliente poderia ter sms e LIGAÇÕES ILIMITADAS PRA QUALQUER QUER O PERADORA 2 GB DE INTERNET COM 19.99 TERIA DIREITO A 4GB ALÉM DAS LIGAÇÕES E OS SMS COM 25 REAIS TERIA DIREITO A 6 GB TUDO ISSO VÁLIDOS POR 31 DIAS SERIA UMA BOA PROMOÇÃO ESSA

Renan
Visitante
Renan

A Oi deveria vender a parte de telefonia móvel (poderia voltar como MVNO no futuro para aproveitar a marca) e investir tudo que pudesse na fibra.

Wiliam
Visitante

Se eles vão vender fibra “ótica” então eles tem que larga mão de telecomunicações e começar a vender óculos. .

Helliton
Visitante
Helliton

O verdadeiro futuro vem da fibra, que aliás dentro da estrutura atual tem maior escalabilidade. Uma fibra pode levar 10GB/s de boa. Claro trocando equipamentos e diminuindo o compartilhamento de fibra. Agora no 5G terá que colocar várias atenas. E isso é potencialmente burocrático em um país como o Brasil. Na fibra boa parte da burocracia e regras de compartilhamento de postes já estão bem definidas.

Bulukka
Visitante

Se eu fosse investidor da Oi, também investiria em Fibra. A Oi está sendo uma das piores operadoras de internet fixa, e é onde eles estao vendendo mais. A qualidade dessa internet fixa está bem a desejar. Já no mercado de telefonia movel, a vivo e a Claro já tem uma qualidade extraordinária, onde será dificil entrar e ganhar destaque nesse mercado. O jeito é a Oi investir em fibra mesmo, e voltar a ganhar a confiança da clientela existente.

Gustavo Rabelo
Visitante
Gustavo Rabelo

Dá pra ver mesmo, atualmente, que qualidade das redes móveis não é preocupação para a Oi…

Marcelo Alves
Visitante

A concorrência na fibra óptica é maior ,tem muito pequenos provedores

Marcelo Alves
Visitante

Investir no 5G e melhor porque vai poder levar a internet para várias residência sem a necessidade de cabos , diminui a despesas