Acordo sela o fim da trajetória de executivo no setor de Telecom

Amos Genish renunciou ao assento no conselho de administração da Telecom Itália, controladora da TIM no Brasil.

Amos Genish
Amos Genish / GettyImages

O executivo israelense, Amos Genish, deixou essa semana o cargo que ocupava no conselho de administração da Telecom Itália, tele controladora da TIM no Brasil. Segundo publicações, um acordo para a saída em definitivo do executivo da tele italiana foi selado, rendendo-lhe uma indenização de mais de 4 milhões de euros.

Antes de assumir o posto no colegiado da italiana, chegando ser até CEO, Amos atuou como diretor executivo de conteúdo da francesa Vivendi, dona da GVT, empresa que ele chegou a presidir. Até que a brasileira foi comprada pela Telefônica/Vivo, onde o executivo ocupou o cargo de presidente também.


VIU ISSO?
Oi aprova alta de 114% no salário do Conselho de Administração
Mais quatro renúncias no Conselho de Administração da TIM
Investigação apura pagamento ao presidente do conselho da Oi

As publicações sobre o assunto revelaram ainda que as pressões para a saída de Amos do conselho, tiveram início em novembro do ano passado, quando uma disputa entre os dois principais acionistas da Telecom Itália resultou na votação pelo seu afastamento.

Segundo o site da Istoé, a companhia italiana disse esperar que a mudança traga finalmente uma governança estável e compartilhada para o seu ambiente corporativo e elogiou o diálogo renovado que culminou na nomeação unânime de Frank Cardoret para o cargo deixado por Amos.  

About Bruno Ribeiro
Jornalista com atuação regionalizada há mais de 10 anos em assessoria de imprensa para o setor de Telecomunicações. Com passagem por Agência de Comunicação, Jornais e TV da região nordeste.

Deixe um comentário

avatar
  Cadastre-se  
Notificação de