Oi aprova alta de 114% no salário do Conselho de Administração

Ministério Público Federal do RJ reprova o aumento na forma como está estipulado.


A operadora Oi, em recuperação judicial desde 2016, aprovou hoje (26) em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) um aumento  de 113,85% na remuneração dos membros do Conselho de Administração. O aumento foi aprovado por 84,74% dos votos.


Fazem parte do conselho:  Eleazar de Carvalho Filho (presidente), Marcos Grodetzky (vice-presidente), Henrique José Fernandes Lux, José Mauro Mettrau, Marcos Rocha, Maria Helena dos Santos, Paulino do Rego, Ricardo Pinho, Rodrigo Abreu, Roger Solé e Wallim Cruz Junior.


O valor a ser repassado para os membros do Conselho chega a R$ 14,67 milhões, que na visão do promotor Leonardo Marques, do Ministério Público Federal do Rio de Janeiro, é abusivo. 

“Os credores devem se sujeitar a um deságio de 50% dos seus créditos e aceitar um parcelamento de até 20 (vinte) anos. Já os Conselheiros de Administração dessa devedora em recuperação judicial propõem um aumento de mais de 100% (cem por cento) de suas remunerações, sem ao menos comunicar essa intenção ao juízo e aos credores”, frisa o MP.

VIU ISSO?


Para que o aumento seja aplicado será necessário o aval do juiz da 7ª vara Empresarial, Fernando Viana. Os conselheiros se comprometeram a esclarecer ao juiz os detalhes sobre esse o processo.

O Ministério Público Federal já sinalizou que caso seja aprovado o aumento irá agir em defesa da preservação da empresa, dos interesses dos credores e da estabilidade do processo para o firme cumprimento do plano de recuperação judicial homologado.

Os consumidores alegam que esse aumento na remuneração é comum no mercado acionários dos Estados Unidos, e que é preciso uma maior remuneração pelo atual momento, de recuperação judicial. 

About William Plaza
Levamos informação de qualidade sobre o setor de telefonia fixa, móvel, internet banda larga e televisão por assinatura para os milhões de brasileiros que a cada dia estão se conectando cada vez mais.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
4 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários