quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Telefonia fixa perdeu mais de 1,2 milhão de linhas em um ano

O que você achou? 
Oi lidera em número de linhas no mercado das concessionárias e Claro fica com a primeira colocação entre as autorizadas.

No mês de julho, as operadoras de telecomunicações perderam 180.500 contratos de telefonia fixa, uma redução de -0,45% no número de linhas. 

Segundo dados divulgados nesta quinta-feira (06) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Brasil possui 40.047.304 linhas fixas.

Nos últimos 12 meses, a redução no número de contratos de telefonia fixa foi de 1.224.404 linhas, o que representa uma queda de -2,97%.

Segundo a Anatel, no mês de julho deste ano, 17.118.131 linhas fixas foram registradas pelas autorizadas no País e 22.929.173, pelas concessionárias. 

Em 12 meses, as autorizadas apresentaram um aumento de 37.788 (+0,22%) linhas e as concessionárias, por sua vez, apresentaram uma redução de 1.262.192 (-5,22%). 

Comparado a junho deste ano, houve queda de 25.580 (-0,15%) linhas nas autorizadas e nas concessionárias a perda foi de 154.920 (-0,67%).

Quem segue na liderança no mercado das concessionárias é a Oi, com 12.774.172 linhas, o que representa 55,71% do mercado

LEIA TAMBÉM:


Em segundo lugar está a Telefônica Vivo com 40,28% dos contratos, totalizando 9.237.824 linhas.

Bem longe em fatia de mercado, aparece a Algar Telecom com 3,29% das linhas, o que dá 755.698 contratos. 

Em seguida está a Sercomtel, com 159.623 (0,69%) linhas e a Claro, com 1.856 (0,08%).

Entre as autorizadas, a Claro domina o mercado com 62,25% das linhas, o que em números absolutos são 10.656.489 contratos.

Em seguida está a Telefônica com 4.776.937 (27,90%) linhas; a TIM com 787,560 (4,60%); a Algar Telecom com 405.399 (2,36%); a Sercomtel com 92.688 (0,54%); a Cabo com 35.580 (0,20%); e a Oi com 171.313 (0,01%).

Estados


O estado com o maior número de linhas no mercado de concessionárias é São Paulo, com 9.418.433 (41,07%) contratos. Em seguida está o Rio de Janeiro com 2.570.116 (11,20%).

Entre as autorizadas, São Paulo também detém a maior participação, com 5.674.670 (33,15%) linhas. O Rio de Janeiro também ocupa a segunda posição com 2.017.907 (11,78%).



Um comentário:

  1. Não vamos esquecer que Vivo Oi, NET e Tim, vendem combos incluindo telefone fixo, no caso a Tim VoIP, com isso as linhas tendem a permanecer por um bom tempo, as demais empresas vendem além da linha fixa, TV, internet e telefone, venda casa proibida, porém a Anatel como sempre finge não ver nada, já que pra ter internet, não e obrigatório ter uma linha telefônica, a Tim com a internet Tim Live, ate em Abril pelo menos, vendia a internet fixa sem necessitar telefone, porém mudou as práticas, e agora vende o pacote mínimo de 40MB com telefone fixo VoIP, um retrocesso enorme.

    ResponderExcluir