quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Netflix possui 18% dos clientes de streaming do país

O que você achou? 
Plataforma tem 4,5 vezes mais assinantes que o segundo colocado no ranking, o Globo Play.

A Netflix já conquistou 18% do mercado brasileiro segundo levantamento da consultoria Business Bureau. 

O segundo lugar do ranking ficou com o Globo Play, que conta apenas com 4% do mercado. Ou seja, a Netflix possui um número de assinantes 4,5 vezes maior que o streaming da Globo.

Em seguida, está o Telecine Play e a SKY Online com 3% do mercado. 

No total, o Brasil possui 78 plataformas de OTTs, transmitindo 139 canais ao vivo e oferecendo uma gama de 72 mil filmes e 12,9 mil séries.

Somando todos os países analisados na América Latina, há 253 plataformas OTTs na ativa. 

Elas são capazes de transmitir 624 canais e contam com repositório de 294 mil filmes e 53,9 mil séries. 

Na América Latina, a Netflix tem também 18% do mercado e é seguida por Claro Vídeo, com 4%, e HBO Go, com 3%.

LEIA TAMBÉM:


TV por assinatura


No início de agosto, a Netflix ultrapassou a NET e a SKY em números de assinantes e passou a ser considerada a maior TV por assinatura do Brasil.

A plataforma de streaming vai fechar o ano com 10 milhões de clientes no país, seu segundo maior mercado global, atrás somente dos Estados Unidos.

Contudo, o estudo da Business Bureau mostrou que a TV paga tem maior nível de popularidade no Brasil, onde há 24,9 milhões de assinantes, unindo os clientes de todas as operadoras. 

Porém, esse número equivale a uma penetração de apenas 37%. Para termos de comparação, a TV paga tem penetração de 69% no México. 

O estudo também mostrou que a pirataria por aqui é bem intensa, sendo responsável por 19% do setor de TV por assinatura. No mercado mexicano, ela representa somente 6%.

Excluindo as plataformas de streaming, no Brasil, o mercado de TV por assinatura é liderado pela NET, que possui 38% de participação. Em seguida, estão SKY (28%), Claro TV (14%), Vivo TV (8%) e Oi TV (7%).



Nenhum comentário:

Postar um comentário