sexta-feira, 7 de setembro de 2018

NET, Claro e Embratel fecham parceria com UNICEF

O que você achou? 
Meta do instituto da Claro Brasil é reduzir em 20% a distorção idade-série em 12 municípios do Brasil.

O Instituto NET Claro Embratel fechou, nesta quinta-feira (6), uma parceria estratégica com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), com o intuito de combater o atraso escolar.

A assinatura do acordo aconteceu na sede da Claro Brasil, onde estiveram presentes, para firmar a parceria estratégica, o presidente do grupo, José Félix, e o representante do UNICEF do Brasil, Florence Bauer.


O projeto chama-se Trajetórias de Sucesso Escolar e tem como objetivo estimular a produção de tecnologias educacionais e desenvolver currículos escolares específicos para adolescentes em situação vulnerável.

LEIA TAMBÉM:

No evento desta semana, foi lançado o estudo “Panorama da distorção idade-série no Brasil”, que procurou entender o atraso escolar por etapa de ensino, e também por cor, raça, gênero e regiões brasileiras. 

A parceria com a Claro Brasil tem como meta reduzir, até 2021, 20% da distorção idade-série em 12 municípios do país. O estudante é considerado nessa distorção quando a diferença entre sua idade e a idade prevista para cursar determinada série é de dois anos ou mais.

De acordo com a página do Instituto da Claro, com base em informações do chefe da área de educação do Unicef, existem, hoje, 35 milhões de jovens matriculados no ensino fundamental e no ensino médio no Brasil, sendo que somente 7 milhões frequentam as aulas, mas ainda assim têm defasagem no desempenho escolar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário