terça-feira, 11 de setembro de 2018

Conexões Oi na Game XP batem recorde e ultrapassam tráfego da Copa

O que você achou? 
Operadora registra tráfego total de 34,2 terabytes, superando o volume de grandes eventos, como a final da Copa do Mundo 2014 e o Rio2C 2017.

A Oi, como patrocinadora e responsável por fornecer toda a infraestrutura de internet e conectividade da Game XP, encerrou o evento com recorde de tráfego de dados e conexões em sua rede Oi WiFi.

O tráfego total registrado no evento de Games, que aconteceu neste fim de semana, foi de 34,2 terabytes, um volume mais de seis vezes maior aos 5,5 terabytes da edição de 2017. O número também foi 5,89 vezes superior ao registrado na final da Copa do Mundo de 2014, no Maracanã (5,8 TB).





Em mais um comparativo, a empresa afirmou que o tráfego foi 24 vezes maior do que o total de dados utilizados na Rio Creative Conference – Rio2C 2017 (1,42 TB).



Na Game XP 2018, o Wi-Fi foi oferecido gratuitamente aos visitantes, que totalizaram 1.039.460 conexões em quatro dias de evento. O crescimento foi de 2,5 vezes mais em relação à edição do ano passado, que registrou 418 mil conexões. O pico de acessos simultâneos aconteceu no sábado, com 3.913 pessoas conectadas ao mesmo tempo.

A rede utilizada é o Oi Fibra, serviço que leva fibra óptica até a casa do cliente (tecnologia FTTH) em 21 cidades brasileiras, com preços que partem de R$ 99,90 para 50 Mega e chegam a R$ 189,90 para 200 Mega.

A Oi também chamou o comediante Maurício Meirelles para apresentar a cobertura do evento, e lançou vídeos onde o apresentador fala sobre o mundo dos jogos, entrevista gamers e fala de forma engraçada sobre o evento. Assista e, abaixo, saiba mais sobre a participação da operadora no evento, considerado o maior de gamer da América Latina.











Oi na Game XP 2018


A Game XP deste ano reuniu 95 mil pessoas nas Arenas Olímpicas da Barra, no Rio de Janeiro, de 6 a 9 de setembro. A intenção da Oi, com sua participação no evento, foi reforçar seu posicionamento no universo digital, que exige alta qualidade de conexão para o consumo de games e vídeos.

"Oferecemos internet de altíssima velocidade para proporcionar a conectividade que um evento como esse precisa. Muitos dos jogos são online e as conexões permaneceram estáveis o tempo todo", destacou o diretor de operações da Oi, José Cláudio Moreira Gonçalves.

A Oi monitorou a rede e os serviços que atenderam a Game XP de forma ininterrupta, com o Centro de Gerência de Serviços localizado no Game Park, com suporte do CGR (Centro de Gerência de Rede), localizado na Zona Sul do Rio de Janeiro. 

LEIA TAMBÉM:

No evento, a operadora também mostrou seu portfólio completo de soluções de Segurança e de Gestão Integrada de Serviços. O CGS (Centro de Gerenciamento de Serviços) monitorou a infraestrutura de Telecom, TI e Segurança da informação, integrado a dispositivos de Internet das Coisas (IoT), para controle de abertura de portas, energia e temperatura de equipamentos em pontos estratégicos das Arenas.

O Minha Operadora já visitou a sede da Oi em São Paulo e o espaço que explica algumas tecnologias trabalhadas pela operadora, com destaque justamente nessa era mais digital e “futurística”. 

A Game XP também contou com um showroom da Oi, que recebeu clientes dentro de seu centro de monitoramento da rede, o NOC (network operation center), além de mostrar as Soluções de Internet das Coisas (IoT). Pelo menos 40 empresas visitaram o espaço montado para o mercado corporativo. 

Quanto às atrações para todos, foram três arenas no evento: 

  • Oi Game Arena: equipada com uma supertela de 1.500 m²; recebeu as disputas de e-sports e reuniu mais de 57 mil visitantes;
  • GamePlay Arena: ambiente onde o público pôde experimentar vários jogos no estande da empresa;
  • Inova Arena: painéis com especialistas em tecnologia e inovação. 

Quem passou pelo estande da Oi pôde gravar uma partida do jogo Fortnite e usar celularia para carregar aparelhos, além de acompanhar um grande relógio que mostrou o volume de tráfego de dados durante o evento, em tempo real. 

Os jogadores que passavam por ali também recebiam por e-mail o vídeo gravado da partida do jogo. E outra grande atração do evento, a roda-gigante, foi decorada com identificação visual do Oi Fibra, com led em tom verde em todo o seu entorno. A própria cenografia teve iluminação de led verde, fazendo referência à rede de 6 km de fibra que conectou o Parque Olímpico.

Para Roberta Coelho, diretora geral da Game XP, ter a Oi como parceira reforçou a infraestrutura do evento. “Tivemos uma grande implementação de infraestrutura de internet pela Oi dentro do primeiro game parque do mundo. Sem dúvida alguma, este investimento pela empresa possibilitou que o nosso público tivesse acesso ao que existe de mais moderno em termos tecnológicos, como, por exemplo, wi-fi aberto para todos os visitantes ao longo de todo o evento, pessoas conectadas e com a possibilidade gerar conteúdo de dentro da Game XP”, disse.

Oi Futuro


Os ex-alunos do Núcleo Avançado em Educação (NAVE), programa de educação do Oi Futuro, também estiveram na Inova Arena apresentando os jogos que desenvolveram durante as aulas. “Foi uma oportunidade incrível estar num evento desse tamanho, representando a Oi e mostrando o que aprendemos”, disse Lucas Soares, 18 anos, um dos alunos do NAVE no Rio de Janeiro. 

Diante da arena que reúne grandes novidades em tecnologia e inovação, o ex-aluno do NAVE, Gabriel Santos, também de 18 anos, se empolgou: “Daqui a dez anos quero ter um estúdio e desenvolver jogos incríveis, que serão jogados por milhões de pessoas”.


2 comentários:

  1. Enquanto em qualquer outro lugar do planeta, a internet da Oi é uma piada...

    ResponderExcluir
  2. Um evento desse porte lógico que iriam deixar a melhor conexão possível, assim como qualquer outro evento grande, piada comparar utilizando um exemplo desse.

    ResponderExcluir