sexta-feira, 24 de agosto de 2018

NET, Claro e Embratel levam projeto de educação digital à Rondônia

O que você achou? 
Projeto “Educonex@o” forma professores sobre uso da tecnologia em sala de aula, e instala serviço de TV e banda larga nas escolas municipais.

Através do Instituto NET Claro Embratel, a prefeitura de Porto Velho (RO) lançou, nesta quarta-feira (22), um novo programa que deve expandir o conhecimento e uso da tecnologia em pelo menos 19 escolas da rede municipal do estado.

Com o Educonex@o, os professores receberão uma formação sobre o uso da tecnologia digital em sala de aula (por meio de uma parceria com o Instituto Crescer) e, além disso, serão disponibilizados dois pontos de televisão e dois de internet banda larga para cada escola participante.



Entre escolas urbanas e rurais, Porto Velho tem um total de 139 unidades. O projeto começará por 19, que se encaixam na área cabeada pela operadora nesta primeira instância.

LEIA TAMBÉM:

"Precisamos inserir tecnologias no ensino para que as crianças aprendam e também possam brincar na escola de forma pedagógica com o uso de tablets, por exemplo", afirmou o secretário Municipal de Educação, César Licório. 

Do lado do grupo da Claro, a coordenadora de responsabilidade social do projeto, Patrícia Magalhães Sanches, disse que o instituto trabalha com educação e cidadania para poder começar a transformar o país.

O Educonex@o já chegou em mais de 44 cidades brasileiras, desde que foi lançado, em 2011. Foram mais de 54 mil alunos beneficiados, de 17 estados diferentes. Dois mil professores já se formaram nessa área do projeto, e mais de 1.400 escolas participaram.


Nenhum comentário:

Postar um comentário