sábado, 23 de junho de 2018

Internet é desligada em toda a Argélia para evitar cola nas escolas

O que você achou? 
O apagão foi decretado pelo governo para que não vazem as questões das provas que formam alunos do Ensino Médio.

São poucos os casos de apagão de internet pelo mundo, mas, em nome da educação, o governo da Argélia resolveu desligar a internet em todo o país nesta semana. O motivo? Evitar a cola entre estudantes do Ensino Médio.

O desligamento da rede acontece junto com a entrega das provas nacionais, que começaram no dia 20 e terminam no dia 25 de junho, e o apagão continua enquanto estão sendo feitas. Tratam-se das provas finais que formam os jovens na escola e que, há dois anos, tiveram inúmeras questões vazadas pelas redes sociais.




Foi por isso que o governo decidiu tomar uma medida judicial e radical, bloqueando tanto a internet móvel no celular, quanto a banda larga em casa. Em 2017, as autoridades chegaram a pedir que as operadoras bloqueassem os acessos às redes sociais no período de provas, mas o pedido não foi atendido.

LEIA TAMBÉM:

A ação seria importante porque as provas envolvem mais de 700 mil estudantes, que devem saber seus resultados somente no dia 22 de julho. Para a ministra da Educação, Nouria Benghabrit, a decisão não a deixa confortável, mas ela acredita que o país não deve ficar passivo diante de um possível vazamento, que já aconteceu.

Essa não é a única medida. Os aparelhos eletrônicos com acesso à internet, tanto dos alunos quanto de professores e funcionários, ficam banidos em pelo menos 2 mil escolas onde as provas são aplicadas.

E para confirmar que não haverá nenhuma comunicação, as entradas foram instaladas com detectores de metal, câmeras de vigilância e até mesmo bloqueadores de sinal onde as provas são impressas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário