Governo premia fundação da Vivo por trabalho voluntário na empresa

Prêmio Viva Voluntário 2018 foi entregue à Vivo nesta terça-feira.



O dia de hoje, 28 de agosto, representa o Dia Nacional do Voluntariado. Foi aproveitando a ocasião que o Governo Federal premiou, nesta terça-feira, a Fundação Telefônica Vivo, durante solenidade no Palácio do Planalto, com a presença do presidente Michel Temer e da primeira-dama Marcela Temer.


O Prêmio Viva Voluntário – Edição 2018 foi entregue à Vivo na categoria “Voluntariado Empresarial”, porque a companhia trabalha com o que chama de Programa de Voluntariado. 








Com esse programa, ela costuma mobilizar os colaboradores da empresa a atuarem junto a diferentes causas sociais. São atividades voluntárias presenciais ou à distância que são feitas ao longo do ano.


A premiação é uma iniciativa do governo para reconhecer cidadãos e empresas responsáveis por atividades voluntárias de relevante interesse social, que possam impactar de alguma forma positiva a sociedade.


LEIA TAMBÉM:

O diretor presidente da Fundação Telefônica Vivo, Americo Mattar, foi quem recebeu o prêmio.



“Através do nosso Programa de Voluntariado, nossos colaboradores exercem a cidadania, reforçamos valores de solidariedade e empatia e, com isso, buscamos um mundo melhor e mais justo”, conta Mattar.


“Por isso, incentivamos cada vez mais nossas equipes a se envolverem em ações que vivenciem esses valores. Nosso desejo é construir uma rede cada vez maior de pessoas engajadas socialmente, movidas pelo sentimento colaborativo e apaixonado de fazer o bem. E a conquista desse prêmio reforça que estamos no caminho certo”, finaliza.

1
Deixe um comentário

avatar
1 Número de Comentários
0 Número de Respostas
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário com mais interação
0 Autores de comentários
Rodrigo Autores recentes de comentários
  Cadastre-se  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Rodrigo
Visitante

O governo já parou pra pensar que a Vivo só investe em banda larga em bairro que as pessoas têm dinheiro, e o resto ela esquece? Piada se mais.