terça-feira, 10 de julho de 2018

Vítimas de roubo de celular podem usar central de bloqueio on-line

O que você achou? 
Central de Bloqueio de Celulares (Cbloc) já foi lançada em Minas Gerais, estado que registrou mais de 43,6 mil roubos de celular entre janeiro e maio.

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP), mais de 43,6 mil aparelhos foram roubados ou furtados entre janeiro e maio de 2018 somente em Minas Gerais. A incidência tem sido tão grande que foi criada, recentemente, a Central de Bloqueio de Celulares (Cbloc) no estado.

O sistema funciona de forma on-line e permite que as próprias vítimas façam o bloqueio do celular para ser inutilizado em até 24 horas. O registro pode ser feito em até 48 horas após o boletim de ocorrência (BO) lançado sobre o caso, que também já pode ser feito pela internet.



Depois do bloqueio, o bandido fica sem poder usar o celular em qualquer operadora ou acessar as informações pessoais da pessoa que foi assaltada. A ideia é que a central de bloqueio passe a inibir esse tipo de crime, já que os bandidos não conseguem vender o aparelho bloqueado.

LEIA TAMBÉM:

Mesmo fazendo o bloqueio, a vítima não perde o número da sua linha ou os benefícios do plano da operadora de celular. Basta ligar para a operadora após o ocorrido, relatar o que aconteceu e avisar sobre o bloqueio já realizado.

Caso o celular seja encontrado pela polícia, a própria autoridade fará o pedido de desbloqueio do aparelho para a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).


Um comentário: