quinta-feira, 19 de julho de 2018

Pacaraima (RR) é a primeira cidade a receber o Internet para Todos

O que você achou? 
Duas antenas do programa já foram instaladas em duas escolas no município.

Pacaraima, em Roraima, foi o primeiro município do Brasil a receber os pontos de conexão em banda larga do programa Internet para Todos.

Duas antenas do programa foram instaladas na cidade na última quarta-feira (18), apenas dois dias após o Supremo Tribunal Federal derrubar a liminar que suspendia o contrato da Telebras com a Viasat. 

A cidade está localizada na região Norte de Roraima, na fronteira com a Venezuela. Os pontos foram colocados na Escola Estadual Indígena Tuxaua Silvestre Messias e na Escola Municipal Casemiro de Abreu em Roraima.

O programa, financiado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), tem como objetivo levar internet rápida aos pontos mais remotos do país.

A previsão é de que 20 pontos de internet sejam instalados no município até o final de julho. Assim, todos os 2.030 alunos da rede pública de ensino de Pacaraima terão acesso à internet banda larga ainda este mês.


O primeiro ponto de instalação do programa foi na Escola Municipal Casemiro de Abreu em abril deste ano. Entretanto, a antena foi desligada em maio, após uma determinação do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF-1). 

O Governo federal afirma que investiu quase R$ 2,8 bilhões no programa.

Para o G1, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, disse que Pacaraima foi escolhido para iniciar os serviços em razão da visibilidade que o município tem recebido por conta da imigração de venezuelanos. 

Cronograma


Segundo a Telebras, até o final de agosto, 200 pontos de internet serão colocados em todo o estado de Roraima. A velocidade de navegação é de 10 Megabits por segundo.

Todas as escolas públicas e unidades de saúde dos 13 municípios cadastrados no programa no estado receberão as antenas. 

Alguns dos pontos serão instaladas para o uso das comunidades, mas nesses casos será cobrado um valor de R$ 3 por hora de tráfego. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário