Banda larga acima de 34Mbps é a que mais cresce no Brasil

Ultra banda larga chegou a 5,6 milhões de conexões, 249 mil novas de abril para maio.

O Minha Operadora já adiantou, há uma semana, os dados de crescimento de clientes na banda larga referentes ao mês de maio e a todas as operadoras do Brasil, que foram divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) na quinta-feira passada (28). Mas, dos 2,5 milhões de novos contratos e total de 30 milhões de clientes na banda larga, como ficam as velocidades no serviço?

Os dados da Anatel também mostram esse tipo de crescimento. Sabemos, por exemplo, que a velocidade acima de 34Mbps, a maior presente na análise, foi a que mais cresceu em maio, com 249 mil novas conexões em relação a abril, um aumento de 4,66%. 






Pela primeira vez, as velocidades acima de 34Mbps ultrapassaram o número de contratos de banda larga com velocidade entre 512Kbps e 2Mbps, sendo que, nos últimos 12 meses, o aumento dessas maiores conexões foi de 70%. Em maio, foram 5,6 milhões de conexões em velocidades de ultra banda larga, e 5,5 milhões com até 2Mbps.

LEIA TAMBÉM:
Os dados também mostram que as velocidades de 12Mbps para baixo vêm caindo. De abril para maio, fora a ultra banda larga, apenas as faixas entre 12Mbps a 34Mbps cresceram, em um total percentual de 0,38%, representado por quase 30 mil novas conexões.
Ainda assim, a banda larga no Brasil ainda tem a maior parte das conexões em velocidades entre 2Mbps a 12Mbps, com 10 milhões de conexões. Em seguida vem as de 12Mbps a 34Mbps, com 7,8 milhões. De toda forma, a tendência de crescimento de novas conexões mostra que as operadoras parecem estar cada vez mais voltadas em oferecer planos mais velozes aos seus clientes.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
3 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários