14% da população não têm acesso à internet por fibra ótica

Anatel abriu consulta pública para Plano Estrutural de Redes de Telecomunicações que propõe ações para ampliação do acesso à banda larga.


Quatorze por cento da população brasileira não tem acesso à internet por fibra ótica, foi o que identificou o Plano Estrutural de Redes de Telecomunicações (PERT-2018).


O Plano está em consulta pública para o recebimento de contribuições da sociedade. Ele propõe ações para a ampliação do acesso aos serviços de banda larga.



O PERT-2018 apresenta uma análise da situação das redes de dados no país com propostas de políticas públicas que devem orientar investimentos públicos e privados na área nos próximos anos.

A decisão de abrir o plano para consulta pública por 30 dias foi tomada durante reunião do Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), na última quinta-feira (28), em Brasília.

O PERT-2018 identificou que 2.345 municípios do norte de Minas Gerais, interior da região Nordeste e na região amazônica não possuem acesso à internet por fibra ótica. 


[ATUALIZAÇÃO – 02/07/2018 15H52]:

É importante ressaltar que a fibra ótica está presente apenas em 58% dos municípios brasileiros.


Nesses 58% de municípios brasileiros que dispõem de internet por fibra ótica vivem 86% da população.

O Plano aprovado propõe que 75% desses municípios (95% dessa população) sejam atendidos com fibra até o ano 2022 e o restantes com Internet via rádio de alta capacidade. 

Apesar de uma boa parte da população ainda não ser atendido com fibra ótica, os números estão crescendo. 

De maio de 2017 a maio de 2018, houve um acréscimo de 2,5 milhões de assinaturas na banda larga das maiores operadoras do país, conforme dados divulgados pela Anatel na última quinta-feira (28).


LEIA TAMBÉM:


No Brasil, 2.012 distritos que não são sedes municipais não têm telefonia móvel. Também não há presença de redes de 4G em municípios de até 30 mil habitantes. 

Para preencher essa lacuna, o Plano propõe a instalação de telefonia 3G ou superior nos distritos sem atendimento e instalação de 4G em cidades de até 30 mil habitantes. 

Ampliação do FUST


A Anatel também encaminhou ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) anteprojeto de lei que amplia a abrangência do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (FUST).

Por meio dessa medida, será possível estimular a expansão e a melhoria das redes de telecomunicações, ampliar as receitas do FUST com redução da arrecadação do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (FISTEL) e estabelecer isenção das taxas de fiscalização para estações móveis que integrem sistemas de comunicação máquina-a-máquina como uma forma de incentivo à Internet das Coisas (IoT).

Após a apreciação do MCTIC, o anteprojeto poderá ser encaminhado à Presidência da República para posterior envio ao Congresso Nacional.

O presidente da Anatel, Juarez Quadros, entendeu que as fontes de financiamento do PERT-2018 são incertas. 

Dessa forma, ele propôs encaminhar o anteprojeto de lei diretamente ao MCTIC, enquanto a posição do relator da matéria, conselheiro Aníbal Diniz, era de submissão à consulta pública.  

COMPARTILHAR EM:

COMENTÁRIOS MAIS BEM AVALIADOS DO MÊS

55

Banco Inter vai distribuir gratuitamente 7 mil chips da Intercel

é um chip degustação, esperava o que? rs
  • 01/07/2020 by Luiz Carvalho

48

Banco Inter vai distribuir gratuitamente 7 mil chips da Intercel

dados atualmente não são problemas para as grandes operadoras, e mesmo assim, mta gente não se sente satisfeito, pois a escolha depende de outros fatores tbm. Ex: Oi oferece pacotes gigantescos de dados e sinal ruim…outras não se sentem bem atendidos, ou enfrentam problemas diversos…esses dias o vivo easy prime deu um BO impedindo que fosse realizado chamadas, Claro Flex tem um plano maravilhoso e um aplicativo péssimo…todas tem prós e contras, e cada consumidor tem uma medida do que é mais importante pra si mesmo.
  • 01/07/2020 by Luiz Carvalho

42

Consumidor presta queixa contra comercial de Vivo Fibra

Meu deus do céu. Esse povo tá chato demais. Essa geração mi-mi-mi tá um saco.
  • 20/06/2020 by Tauan Fontoura

37

‘TIM Beta’ e ‘TIM Pré’ vão perder alguns benefícios

A Tim só tem um pouco mais de vantagem no pré pago, devido ter Facebook Twitter e Messenger e whatsapp, agora se começar a regular uso, com certeza a Claro vai ser o melhor plano. Tenho e não troco por nenhuma.
  • 02/07/2020 by Roberto Ramos

37

‘TIM Beta’ e ‘TIM Pré’ vão perder alguns benefícios

O TIM Black e os planos controle também sofreram essas medidas. Isso vai fazer a Claro roubar os clientes da TIM.
  • 02/07/2020 by Jefferson Rodrigues

COMENTÁRIOS RECENTES DE TODO O SITE

Acompanhar esta matéria
Notificação de
5 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Enilton Jose Da Silva

Até parece que esse número ta certo, melhor dizer que apenas 14% tem acesso a internet com fibra optica

Anonimo

Assino embaixo.
Rio de Janeiro, capital, bairros de classe média/alta como Flamengo, por exemplo, sem disponibilidade.

Anonimo

Concordo com o Enilton. Este número está totalmente errado. Basta pesquisar.
Seria mais certo dizer que só 14% da população tem acesso à fibra óptica.

Rogério Pires

Deve ter algum engano nesses números! Agora que a Fibra e a tecnologia GPON tem se ampliado um pouco mais, e mesmo assim, em cidades de grande e médio porte, nunca que "só" 14% não tem acesso!!!

Rodrigo

Essa porcentagem ta bem errada, em SP e lenda achar que muitos tem banda larga fibra, a Vivo tem monopólio nos bairros periféricos com ses 2MB, e sorte de quem tem 4MB, só me livrei porque aqui chegou Tim Live, a Vivo e uma piada.