segunda-feira, 4 de junho de 2018

Governo deve prorrogar contrato do programa Gesac com operadoras

O que você achou? 
Prorrogação será uma alternativa para manter internet em escolas e regiões isoladas, após STF manter liminar que suspende acordo entre Telebras e Viasat.

O contrato das operadoras com o programa Governo Eletrônico - Serviço de Atendimento ao Cidadão (Gesac) deverá ser prorrogado, conforme o secretário de Telecomunicações, André Borges. 

O contrato atual termina no dia 30 de junho. Sendo assim, a decisão de prorrogar ou não o Gesac deve ocorrer ainda essa semana. 

A prorrogação é uma alternativa do Governo para continuar levando internet a escolas e áreas em regiões isoladas. 

A prorrogação ocorrerá porque a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmem Lúcia, decidiu, na última sexta-feira (1º), manter a liminar que suspende o acordo da Telebras com a Viasat.

Atualmente, cerca de 4,5 mil pontos de acesso à internet via satélite (as antenas Gesac) são fornecidos por um consórcio entre Embratel, Telefônica e Oi. Esse contrato seria substituído pela Telebras/Viasat. 
A ideia era manter esses pontos e ampliar as conexões dentro do novo programa Internet para Todos e ligar escolas, hospitais e cidades com baixo IDH. 

No entanto, com a suspensão do contrato entre Telebras e Viasat, o programa está paralisado.

Conforme o Ministério Público, a contratação direta da Viasat pela Telebras não foi acompanhada de justificativa técnica para respaldar a decisão. 

No entanto, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) ainda está confiante que a Telebras conseguirá derrubar as liminares e concretizar o contrato com a empresa americana.



Nenhum comentário:

Postar um comentário