segunda-feira, 18 de junho de 2018

Após ser comprada pela dona da SKY, Time Warner terá um novo nome

O que você achou? 
Novo presidente, executivo da AT&T, passa a assumir e explica que a mudança é necessária para não confundir a empresa com a Time Warner Cable.

Depois de anunciado o acordo de US$ 85 bilhões na fusão entre a Time Warner, dona de Warner Bros, HBO e Turner, e a AT&T, uma das maiores operadoras de telecom do mundo e dona da SKY no Brasil, as mudanças já começaram a aparecer. A Time Warner, agora, passará a se chamar “WarnerMedia”.

O memorando com o informativo aos funcionários foi enviado pelo novo presidente da companhia, John Stankey, executivo da AT&T. Novo, pois o diretor-presidente da Turner, John Martin, já anunciou que deixará a empresa.



Também deixam a até então Time Warner os executivos Howard Averill, diretor financeiro, e o chefe de comunicação Gary Ginsberg.

Quanto ao nome, acaba sendo uma mudança forte nos Estados Unidos. “Time” surgiu em 1989, quando a revista Time Inc. se fundiu com a Warner Communications, de filmes, música e TV por assinatura. Logo se formou a Time Warner, que era nada menos do que o maior conglomerado de mídia e entretenimento do mundo.

LEIA TAMBÉM:

Mas a Time já foi adquirida pela editora de revistas Meredith Inc., enquanto a Time Warner Cable foi vendida em 2016 para a Charter Communications Inc.

A mudança de nome acontece principalmente para não confundir as pessoas, que poderiam associar a Time Warner justamente com a antiga empresa de TV a cabo, que antigamente tinha o mesmo nome e agora se chama Spectrum. Quanto às ações da empresa, espera-se principalmente novas ofertas de conteúdo e streaming, unida agora com serviços não só de TV por assinatura, mas também de banda larga.

No Brasil, o negócio bilionário está sendo observado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que exigiu que a SKY esclareça, até o início de julho, se a operação entre a AT&T e a WarnerMedia afetará algo no Brasil.


Nenhum comentário:

Postar um comentário