terça-feira, 1 de maio de 2018

Agora com fibra de até 2GB, TIM é destaque do mês em banda larga

O que você achou? 
Em março, TIM Live ganhou 7 mil clientes e cresceu 1,8%; no total, setor cresce 0,95% e 29,6 milhões de brasileiros já têm internet em casa. 


Mais uma vez, o TIM Live foi o destaque do mês no setor de banda larga fixa, de acordo com dados de março divulgados nesta segunda-feira (30), pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A TIM ganhou 7.777 novos clientes e cresceu 1,84% em relação a fevereiro de 2018.

No total, 29.689.814 brasileiros já têm internet em casa. O aumento foi de 0,95% de fevereiro para março, com 277.861 novos contratos distribuídos entre as principais operadoras do Brasil.





Em números totais, a NET Virtua/Embratel foram as que mais ganharam novos clientes na base, com um total de 59.789 em um único mês. O número foi até maior do que no mês anterior, assim como aconteceu com o Vivo Fibra, que em fevereiro chegou a acrescentar 19 mil contratos, mas em março adicionou um total de 51.612.




A Algar Telecom, operadora que acaba de inovar em telefonia móvel ao oferecer o primeiro plano de celular com internet ilimitada, também teve resultado positivo em banda larga, com 4.214 clientes a mais.

Em março a SKY ainda perdeu 315 clientes, mas apesar dos números negativos, a queda foi bem menor do que no último mês. Já a Oi manteve a mesma proporção de queda, com -27.278 clientes no Oi Velox.

Se considerarmos o período de um ano, de março de 2018 a março de 2018, a Claro foi a operadora com maior quantidade total de novos clientes: 487.988 (5,6%). Mas em números percentuais, é a TIM que dispara crescendo em banda larga. Ganhou 88 mil novos clientes e aumentou sua base em 25,8% em um ano.

LEIA TAMBÉM:

Em 12 meses, o crescimento da Vivo foi de 2,3% (172 mil), da SKY 8,4% (28 mil) e 9% da Algar Telecom. A Oi teve baixa de 190.870 contratos, uma queda de 2,9%.

Com a constante queda em banda larga, apesar de ser o destaque em TV por assinatura, a Oi decidiu reformular todo o seu portfólio de serviços, incluindo os combos Oi Total, que integram sua banda larga de 15 Mega. 

A TIM, na outra ponta do ranking, também investe em mudanças. Agora em abril, anunciou o TIM Live com FTTH (Fiber to the Home) e ultra velocidade, partindo de 100 Mega e chegando a 2GB mensais. Outra novidade foi a inclusão de assinaturas de aplicativos de streaming de vídeo, como FOX+Esporte Interativo, Cartoon Network e Looke, além de outras novidades.

Voltando ao mês de março, a ordem de crescimento foi:

  1. TIM Live (+1,84%)
  2. Algar Telecom (+0,76%)
  3. Vivo Fibra (+0,68%)
  4. NET Virtua/Embratel (+0,66%)
  5. SKY Banda Larga (-0,08%)
  6. Oi Velox (-0,43%)

Hoje a NET Virtua/Embratel, do grupo Claro Brasil, lidera em banda larga com 9,06 milhões de clientes, seguida da Vivo (7,66 milhões), Oi (6,22 milhões), Algar Telecom (554 mil), TIM (430 mil) e SKY (359 mil).


8 comentários:

  1. Respostas
    1. Graças a Steve Jobs, alguém entende que o "b" minúsculo significa velocidade e o "B" maiúsculo significa capacidade.

      Excluir
  2. A Oi com seus 15MB que não valem 7,5.

    ResponderExcluir
  3. Não sei como a NET e a Vivo crescem em banda larga, em SP capital a NET não expande fazem anos nas periferias, a Vivo a mesma coisa, vai morrer com o ADSL, se não fosse a Tim Live chegar aqui onde moro, estaria ate hoje com o ADSL péssimo da Vivo de 2MB, vergonha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em compensação a net chegou em 12 cidades novas no ultimo trimestre, e já tem mais 10 marcadas para ate o fim do próximo trimestre, entende por que?
      NET ganha em cima do triple/quad play, internet pra eles nao lucra tanto

      Excluir
    2. Se for pelo lado da TV ate concordo, onde moro tem a TV porém internet sem chance, e quando o técnico veio instalar a TV em casa, disse que pra NET não compensa investi no bairro em banda larga, seja pra instalar a estrutura, ou por roubo de cabos provavelmente, ai sobre ao lixo da Vivo de 2MB, e dei sorte por agora ter Tim Live.

      Excluir
  4. Olá, onde está a notícia original? Procurei no site da ANATEL e não achei.

    Obrigado!

    ResponderExcluir