quinta-feira, 12 de abril de 2018

Testes 5G funcionam com sucesso em Santa Rita do Sapucaí

O que você achou? 
No piloto, realizado pelo Inatel, a tecnologia conviveu sem interferências com 2G, 3G e 4G; o objetivo é ampliar o alcance das redes móveis.

A rede móvel 5G foi ativada com sucesso na cidade de Santa Rita do Sapucaí pelo Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel). O órgão pretende oferecer conectividade de quinta geração em áreas rurais e de baixa densidade populacional com velocidade de até 100 Mbps em um raio de 50 km

O anúncio foi realizado nesta quinta-feira (12) pelo coordenador de pesquisa do Centro de Referência em Radiocomunicações do Inatel, Luciano Mentes, durante evento sobre 5G realizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).



O instituto executa testes com ondas mais potentes, MIMO e rádio cognitivo (aproveitando frequências ociosas). A rede 5G gerada em Santa Rita conviveu sem interferências com 2G, 3G e 4G

No teste está sendo utilizado especificações do conceito 5G-Range, que vem sendo criado na instituição para ampliar o alcance das redes móveis. 

A especificação é diferente da previsão comum para a 5G em centros urbanos – em que se espera velocidade de até 20 Gbps

LEIA TAMBÉM:


A partir dos testes, o órgão conseguiu comprovar que é possível ampliar o alcance das redes móveis usando tecnologia compatível com sistemas legados. 

Agora, será preciso o órgão convencer a comunidade internacional de que o padrão 5G-Range é viável e atende a necessidade universais. 

O professor enfatiza que mais de quatro bilhões de pessoas no mundo estão sem internet por não estar ao alcance da infraestrutura. Assim, esse sistema de longo alcance irá mudar a realidade desses potenciais usuários.

O piloto conta com participação de RNP, UnB, CPqD, UFC, USP, Ericsson, Telefónica I+D, Technische Universtat Dresden, Universidade de Oulu, Universidade Carlos III de Madri e da Comissão Europeia. 



Um comentário: