Projeto de lei visa à transparência nos planos das operadoras

A intenção é facilitar a compreensão, a comparação e a seleção do produto mais adequado ao perfil de cada usuário; projeto está em discussão no Senado.


Nova lei em debate no Senado pode possibilitar que consumidor consiga comparar ofertas de planos de telefone, internet e TV por assinatura com mais facilidade. 


O projeto (PLS 662/2011), da senadora Ângela Portela (PDT-RR), obriga que as prestadoras adotem um modelo de organização e apresentação que facilite a compreensão pelos clientes.



O PLS altera a Lei Geral de Telecomunicações e delega à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a competência de classificar e organizar a oferta dos planos e preços dos serviços prestados.

O projeto está na pauta da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT). A intenção é facilitar a compreensão, a comparação e a seleção do produto mais adequado ao perfil de cada usuário.
A nova lei ainda classifica como condutas prejudiciais à concorrência a omissão de informações técnicas e de preços, bem como a oferta de serviços em formato que dificulte a comparação com outras alternativas do mercado.

Depois de passar pela CCT, o projeto poderá seguir direto para análise da Câmara dos Deputados, se não houver recurso para que seja votado pelo Plenário do Senado.

Deixe um comentário

Por favor, faça login para comentar
  Acompanhar esta matéria  
Notificação de