quinta-feira, 8 de março de 2018

Nextel perde investimento de US$ 150 milhões

O que você achou? 
Ice Group desiste de assumir controle da empresa aumentando sua participação; operadora divulga resultados de 2017.

A situação pode se complicar para a Nextel Brasil, que perdeu, este ano, um investimento de US$ 150 milhões adicionais. Isso ocorreu porque a norueguesa Ice Group desistiu de aumentar a sua participação e assumir o controle da operadora brasileira. Com uma dívida próxima aos US$ 676 milhões, a administração da empresa está finalizando uma nova análise para avaliar a capacidade de manutenção da companhia.

O acordo realizado em julho do ano passado entre o Ice Group e a NII Holdings, atual detentora dos direitos da marca Nextel no Brasil, previa duas etapas. Na primeira, o grupo investiu US$ 50 milhões e obteve uma participação de 30% na operadora. Na segunda etapa, que estava prevista para ocorrer em novembro, o Ice Group injetaria mais US$ 150 milhões, passando a ter uma participação de 60%.

Ao desistir do investimento, a empresa norueguesa ressaltou que não há penalidades, já que a opção estava prevista no contrato original.


Desempenho da Nextel em 2017

Em relatório divulgado nesta quinta-feira (8), a NII Holdings informou que a Nextel Brasil teve uma receita de US$ 870 milhões em 2017. O prejuízo foi de US$ 272 milhões e o resultado operacional antes de depreciação e amortização (OIBDA) foi de US$ 55 milhões. Esse último valor demonstra o quanto a empresa gera de recursos apenas em suas atividades operacionais, sem levar em consideração os efeitos financeiros e de impostos.

LEIA TAMBÉM:

Com as alterações do perfil dos empréstimos e as melhorias na liquidez e nas perspectivas da operação, a administração está fazendo uma nova análise, mas acredita que as dúvidas sobre a capacidade de continuidade da empresa já foram resolvidas. 

“Fechamos o ano com uma posição de liquidez bastante saudável”, declarou o diretor financeiro da NII Holdings, Dan Freiman. “Com a conclusão das alterações de empréstimos, aliviando a pressão de curto prazo sobre nossa liquidez, além das recentes tendências operacionais positivas, estamos bem posicionados para aumentar nossa base de assinantes de 3G/4G este ano. Acreditamos que esse crescimento irá materializar receitas mais altas em 2019.”

A Nextel Brasil teve um aumento de 3% na base de assinantes 3G/4G, passando para 2,9 milhões de clientes em 2017. “A melhoria dos resultados da base de assinantes reflete nossos esforços contínuos no sentido de aprimorar a experiência de nossos clientes e, ao mesmo tempo, disponibilizar uma oferta muito competitiva e atraente”, afirmou o CEO da Nextel Brasil, Roberto Rittes.

Para 2018, a empresa espera um crescimento de 300.000 assinantes. “O aumento significativo da nossa base de assinantes de 3G/4G em 2018 resultará no crescimento das receitas. Ao mesmo tempo, continuamos a manter a disciplina em torno de nossas despesas e permanecemos focados na captura de oportunidades de reduções de custos adicionais. Nesse início de 2018, estamos energizados e entusiasmados para executar nosso plano anual”, conclui Roberto Rittes.



Um comentário: