Veja dados do mico e destaque do 1º mês do ano em banda larga

Setor cresce entre as operadoras em janeiro de 2018; TIM Live ganha 6 mil clientes, enquanto Oi Velox perde quase 22 mil.

Se você acompanha o Minha Operadora regularmente, já notou que, todos os meses, publicamos uma matéria de “destaque” e “mico” do mês. É como se as maiores operadoras fossem os funcionários e, aquelas com o maior e menor crescimento percentual na base referente ao mês anterior, fossem destacadas (positiva e negativamente).

Mas o primeiro do ano não apresentou grandes surpresas, pelo menos no setor de banda larga. A partir dos dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) nesta segunda-feira (26), pudemos perceber que a tendência que se mostrou em 2017 continua neste ano: TIM Live sendo o serviço que mais cresce, e Oi Velox o que mais perde clientes.


De dezembro para janeiro de 2018, a TIM teve um aumento de 1,51% em sua base, com 6.222 novos contratos. Em seguida veio a Algar Telecom (3.732) e a NET Virtua (59.382), ambas com bons resultados.

O crescimento do Vivo Fibra foi menor em percentual, mas ainda assim positivo, com 7.132 novos clientes. 
LEIA TAMBÉM:
Já a SKY Banda Larga perdeu 442 usuários e o Oi Velox, mico do mês, -21.961, o que representou uma queda de -0,35%. Veja o ranking:

  1. TIM Live (+1,51%)
  2. Algar Telecom (+0,69%)
  3. NET Virtua (+0,67%)
  4. Vivo Fibra (+0,09%)
  5. SKY Banda Larga (-0,12%)
  6. Oi Velox (-0,35%)
Juntando as grandes operadoras e os provedores regionais, o setor de banda larga registrou um aumento de 1,17% no primeiro mês do ano. Foram 336,4 mil novos contratos no total.


Por estado

No período de um ano, todos os estados apresentaram crescimento nas assinaturas de internet em casa, sendo que a liderança foi alcançada por estados nordestinos, como Maranhão (25,5%), Rio Grande do Norte (22,7%) e Ceará (21,2%).
Em janeiro, referente ao mês anterior, moradores do estado de Santa Catarina foram os que mais se interessaram pelo serviço. Foram 92,5 mil contratos fechados somente em um mês, representando 7,4% de crescimento. Todos os outros estados tiveram menos de 3% de aumento, apesar de 19 deles apresentarem registros positivos.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
3 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários