quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Oi e TIM fecham parceria para compartilhamento de infraestrutura

O que você achou? 
Acordo põe fim a batalhas judiciais entre as operadoras sobre discordância de valores cobrados pela divisão de rede.

As empresas TIM e Oi fecharam um acordo extrajudicial de intenção para compartilhamento de infraestrutura. O anúncio ao mercado e acionistas foi feito pelas empresas na noite desta terça (27), mas não revelou valores e os próximos passos que serão dados.

Stefano De Angelis, presidente da TIM, e Eurico Teles, presidente da Oi, assinaram um memorando de entendimento (MOU) sobre planejamento de compartilhamento de infraestrutura nesta segunda-feira (26), durante o Mobile World Congress, em Barcelona.


Na prática, pouca coisa muda. Oi e TIM já mantém um contrato de compartilhamento de mais de 6,2 mil torres de telefonia celular em todo o Brasil. As duas empresas dividem os gastos com implantação de equipamentos e manutenção da rede.

Segundo o próprio comunicado das empresas emitido agora há pouco, o acordo "inaugura uma importante etapa de tratativas que busca equacionar suas respectivas controvérsias e abre um novo ciclo de planejamento de compartilhamento de infraestrutura, na mesma linha de parcerias que já são praticadas atualmente no mercado de telecomunicações brasileiro".

A parceria, porém, é benéfica principalmente porque acaba com um imbróglio entre as empresas que terminou na Justiça. A TIM questionou nos tribunais o preço cobrado pela Oi pelo aluguel de rede na chamada Exploração Industrial de Linha Dedicada (EILD). 

Essa exploração é concedida por uma operadora que detém a concessão dos serviços em uma região, que passa autorização para que uma outra empresa tenha espaço na infraestrutura e também possa fornecer serviços na localidade.

LEIA TAMBÉM:

A Oi chegou a suspender o fornecimento de rede para a TIM, deixando pelo menos 30 cidades sem comunicação de internet ou ligações da operadora italiana. A empresa se justificou dizendo que não havia recebido o pagamento devido pelo serviço. Na ocasião, os valores cobrados e devidos eram próximos de R$ 54 milhões.

"A iniciativa fortalece um ambiente propositivo e de colaboração industrial dentro de um contexto de concorrência saudável para o setor de telecomunicações", continua o comunicado das teles, frisando que a parceria veio para manter a paz entre as companhias no que se refere a implantação e manutenção da rede de telecomunicações dentro do Brasil.

Oi procurou a Vivo para expandir 4G

No mês passado, o Minha Operadora repercutiu a informação de que Teles (da Oi) havia procurado o presidente da Telefônica Vivo, Eduardo Navarro, para conversar sobre a possibilidade de usar a rede móvel 4G da empresa espanhola para aumentar a cobertura da tele brasileira.

A Nextel, por exemplo, mantém um acordo para utilizar a estrutura da Vivo em quase todos os estados brasileiros, mas somente para o sinal de comunicação 3G.


20 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Em um futuro próximo iremos ter uma fusão 100%.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  8. Tomara que elas se juntem logo...

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  16. Oi e TIM já namoram a muito tempo... Mas para o Brasil, para os consumidores é bom que existam 4 ou 5 grandes operadoras e não somente 3... Sou contra a fusão.

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  18. como vai ser usado o sinal da operadora

    ResponderExcluir
  19. Se tem o 2G EM 100% do Brasil e pode virar 4G é só se juntarem e colocar o 4G geral.

    ResponderExcluir

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.