Para fazer crescer a rede 4G, Oi pode buscar ajuda da Vivo

Presidentes das duas empresas tiveram uma reunião na semana passada para discutir o assunto, diz jornalista.
A Oi pode fazer crescer a sua rede 4G/LTE rapidamente em breve. De acordo com o jornalista Lauro Jardim, de O Globo, o atual presidente da companhia, Eurico Teles, reuniu-se na sexta-feira (12) com o presidente da Vivo, Eduardo Navarro. O assunto: um possível acordo de compartilhamento de redes.

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, também do Grupo Globo, Teles confirma que quer muito fechar uma parceria com alguma concorrente para expandir a rede da Oi. A empresa agora tem que colocar em prática o plano de investimentos que foi proposto no último plano de recuperação judicial, aprovado em 20 de dezembro pelos credores e em 8 de janeiro pela Justiça.



De acordo com o presidente da Oi, a ideia é “montar uma estrutura que consiga nos ajudar, e assim reduzir o nosso prejuízo […] Tem que haver uma junção, uma convergência de serviços. Por exemplo, por que eu não posso discutir com a Vivo onde ela tem o 4G e eu só tenho o 2G?”, explicou.

Em dezembro de 2015, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) já havia permitido que as operadoras Oi, TIM e Vivo compartilhassem as redes de internet 4G (ran sharing). A autarquia justificou a aprovação dizendo que mesmo com o acordo de compartilhamento “haverá completa independência na gestão dos serviços e dos usuários”.

Cobertura 4G da Oi é a menor entre as maiores

Entre as quatro maiores operadoras de telefonia móvel do Brasil, a Oi é a que tem o pior desempenho em internet 4G. Além de não ter participado do leilão da faixa de 700 MHz, que ocorreu em 2014, a Oi foi a que menos investiu nos últimos meses na expansão da tecnologia.





Para ter uma ideia do tamanho da disparidade, a Oi fechou o ano de 2017 cobrindo somente 284 municípios com 4G, segundo dados da consultoria Teleco. A Claro cobre 1.409 municípios, a Vivo chega a 2.305 e a TIM tem sinal em 3.003 localidades.

Interesse da Vivo

A Telefônica/Vivo vê com bons olhos a divisão da rede dela com outras teles. Questionada pelo Minha Operadora sobre a recente conversa com a Oi, a companhia espanhola afirmou que “o compartilhamento traz benefícios aos clientes e também às operadoras, já que potencializa a implementação de capacidade e capilaridade de rede – beneficiando toda base de consumidores – e racionaliza os custos e investimentos comuns”.

A Vivo diz ainda que “o compartilhamento é uma forma importante de otimização de infraestrutura” e que “faz isso no Brasil (compartilhando torres, backbones de transmissão e redes celulares) e fora do país, a exemplo do amplo acordo (de compartilhamento da rede celular) com um dos seus competidores no Reino Unido”.

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.

12
Deixe um comentário

Por favor, faça login para comentar
10 Número de Comentários
2 Número de Respostas
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário com mais interação
0 Autores de comentários
ricardo vaz souzaSrLanADXBErick Nilson SilvaVitor Gomes Neves Oliveira Autores recentes de comentários
  Acompanhar esta matéria  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Renato Brito
Visitante

Explicado pq agora a Oi tem 4G aqui na cidadezinha do interior do RJ onde moro

Anônimo
Visitante
Anônimo

O 3G da Oi aqui em Saquarema vai de vento em popa.

Givanildo silva
Visitante

pra qualquer lugar que vou com o meu tim,sei que nao devo me preocupar,pois tim cobre 80% do territorio nacional com seu 4G

Adilson Borges
Visitante

De acordo com o site da Vivo a cobertura 4G já está em mais de 2.600 cidades.

glaysonbruno
Visitante

VIVO liXO.

SrLan
Visitante

Não ofenda o lixo. Vivo ex-croata!

Moyses Francisco
Visitante

Neste momento estou a 200km da capital onde moro . Vivo e Claro sem oscilação . Tim , pouca oscilação . Oi ,oscilação total,em ligação e internet .

Quem sou eu
Visitante

E o chamado compartilhamento de rede…acho que o mais correto no momento que a oi deve fazer ate ela ter sua rede 4G propria…vcs acham que a Nextel tem cobertura em todo Brasil como…acham que ela instalou EBR propria…não…ela compartilha rede com a vivo…forca OI avante e vamos aguardar os chineses.

Vitor Gomes Neves Oliveira
Visitante

Aqui na minha cidade o 3G da Claro é na verdade um acordo de RAN Sharing com a Vivo. Não funciona tão bem. Além do nome da barra de status ficar todo diferente e as vezes só aparecer números, a rede anda caindo toda hora e quando funciona, anda muito lenta.

Porém, se isso realmente acontecer entre a Oi e Vivo, eu realmente fico muito feliz e até mudo para Oi, que atualmente tem os melhores planos. Vou torcer para o compartilhamento dar certo e que eles compartilhem toda as coberturas ou pelo menos as da minha cidade.

Erick Nilson Silva
Visitante

Seria bom para a TIM também… A Oi ja aluga a rede 4G dela para a TIM em vários estados. A Oi nao está morta, mas precisa correr atrás do prejuízo…

ADXB
Visitante

vai ser uma mão na roda para a vivo pois em muitos cantos como aqui na Paraiba tem sua rede ociosa com poucos clientes e agora vai lucrar muito com isso com a porrada de dinheiro que vai receber da oi por esse compartilhamento…

ricardo vaz souza
Visitante

eu quero saber quando a vivo vai operar na frequência 700MH aqui no RJ so vejo ela investir na Bahia Fortaleza Pernambuco Recife.. e o RJ quando em??