Youtuber é condenado por ensinar ‘a piratear’ TV paga

COMPARTILHAR:

De acordo com a ABTA, que moveu à ação contra o Youtuber, as operadoras perdem R$ 6 bilhões por ano em receitas devido à pirataria.

O youtuber Marcelo Otto Nascimento, do canal Café Tecnológico, foi condenado pela 22° Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo a pagar R$ 25 mil em danos morais à ABTA (Associação Brasileira de TV por assinatura).


O proprietário do canal também teve que remover os vídeos de tutoriais postados em suas páginas no YouTube e no Facebook, onde ensinava usuários a conseguirem acesso gratuito aos canais de TV por assinatura, através de procedimentos e indicação de equipamentos usados para a fraude.

O juiz Fernando Henrique de Oliveira Biolcati condenou Marcelo Otto por entender que o usuário promovia o acesso ilegal a canais de TV por assinatura. O youtuber pode recorrer da decisão judicial e ainda não se posicionou oficialmente.



Em nota à imprensa, a ABTA informou que segue vasculhando as redes sociais e páginas na internet procurando tutoriais que incentivem internautas a cometerem os atos de pirataria. A associação ressaltou que pretende processar individualmente os responsáveis pelo conteúdo.

Na semana passada, a entidade divulgou um estudo feito por sua consultoria afirmando que as operadoras de TV por assinatura perdem R$ 6 bilhões por ano em receitas por conta da pirataria.

LEIA TAMBÉM:

Acompanhar esta matéria
Notificação de
10 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários