AT&T pode ser forçada a vender SKY para comprar a Time Warner

Governo americano impõe condições rígidas para aprovar a compra da Time Warner pela AT&T. A transação já foi aprovada no Brasil. 
Nesta semana, o governo americano está buscando dificultar a conclusão da compra da Time Warner pela AT&T. O órgão regulador antitruste dos Estados Unidos quer que a operadora venda a Turner Broadcasting, dona do canal CNN, ou a DirecTV, controladora da SKY no Brasil, para permitir a transação. 

No Brasil, a aquisição foi aprovada com restrições pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Entre as condições impostas pelo órgão antitruste, a Time Warner é obrigada a oferecer seus canais para outras operadoras e a SKY não poderá se recusar a transmitir o conteúdo de outras distribuidoras. 



Segundo informações da Reuters, o Departamento de Justiça dos EUA levantou dúvidas sobre o acordo de US$ 85,4 bilhões anunciado em outubro do ano passado. A AT&T teria oferecido apenas a CNN, em vez de todas as operações da Turner Broadcasting, mas o governo não teria se interessado no acordo. 

O CEO da companhia americana afirmou que a AT&T não tem interesse em vender a CNN. Em setembro deste ano, a operadora já pensava sobre a venda de operações da DirecTV na América Latina, o que inclui a SKY Brasil. A empresa teria duas possibilidades de negócios: a venda separada das operadoras em cada país ou a vende de um bloco de operações para uma única empresa. 

LEIA TAMBÉM:


Deixe um comentário

Por favor, faça login para comentar
  Acompanhar esta matéria  
Notificação de