Oi não entende comunicado da Anatel sobre possível cassação

COMPARTILHAR:

Agência diz ter que agir para evitar falência da Oi, enquanto Oi afirma que está tudo bem, que tem até evoluído desde que abriu seu processo judicial.

Logo após a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) anunciar um processo de cassação das autorizações da Oi, que evitaria uma possível falência em meio ao seu processo de recuperação judicial, a operadora decidiu se posicionar com um comunicado para a imprensa, enviado também nesta quinta-feira (31).


Em nota, a Oi parece surpresa com o anúncio da Anatel e diz desconhecer qualquer argumento que poderia fundamentar a medida, que ainda não foi enviada diretamente para a empresa. Para ela, a agência vem sendo atualizada regularmente sobre seus indicadores operacionais e financeiros, “que vêm evoluindo positivamente ao longo do processo de recuperação judicial, inclusive com melhorias consistentes nos indicadores de qualidade”.



A qualidade dos serviços prestados, inclusive, foi um dos tópicos levantados pela Anatel, que ainda afirmou que, 14 meses depois da abertura do processo de recuperação judicial, a Oi não parece estar pronta para melhorar a sua situação ou oferecer um novo plano para garantir a sua sustentabilidade a médio e longo prazo.
No segundo grande comunicado da noite, como forma de defesa, a Oi também disse seguir todos os ritos previstos no processo, e destacou duas das possíveis soluções para sua dívida bilionária: uma delas, a assembleia geral de credores, que irá acontecer no dia 9 de outubro, e a segunda, relacionada ao programa de acordo com credores, que voltou a ser liberado e deve começar em breve, com mais de 11 mil interessados em receber os R$ 50 mil antecipados.
O que podemos resumir disso tudo? Que a Oi começa a manhã desta sexta-feira (1), um novo mês, sem entender muita coisa, afirmando que tudo pelo que está passando é de conhecimento da Anatel e que, assim que tiver acesso ao processo pelo qual a agência comentou estar dando início, a operadora estará do outro lado, pronta para apresentar todas as informações e esclarecimentos necessários.
LEIA TAMBÉM:

Acompanhar esta matéria
Notificação de
8 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários