Criador da GVT deve ser o novo chefe da TIM

O homem por trás da Global Village Telecom (GVT) está próximo de um dos cargos mais cobiçados do mundo.






Amos Genish, fundador da GVT e ex-presidente da Telefônica Vivo, deverá ser contratado como Diretor de Operações da operadora TIM. A informação foi dada pela agência de notícias britânica Reuters.

Você já ouviu falar de Amos Genish? A maioria das pessoas nunca ouviu falar sobre esse nome, mas ele esteve diretamente ligado ao dia a dia de milhões de pessoas no Brasil que foram clientes da famigerada GVT, que hoje pertence à Vivo. Para ser mais exato, ele foi o fundador da Global Village Telecom (GVT) e, mesmo com a venda da empresa, continuou galgando seus degraus no ramo.
Quando a Vivo adquiriu a GVT, Amos se tornou o presidente da empresa e não teve medo de abandonar a sua marca – que levou mais de uma década para ganhar força por aqui – e vestir a camisa oficial da Vivo, achando que essa era a melhor maneira de integrar as duas operadoras rapidamente.
Atualmente, Genish trabalha no grupo francês Vivendi, que foi o dono da GVT por muito anos também. Assumindo o cargo de CCO (Chief Communications Officer) dentro da empresa – que detém 24% de ações da TIM – e passou por desentendimentos com Flavio Cattaneo, atual CEO da empresa, e a estratégia de banda larga que adota na Itália.
Sendo assim, o conselho da Telecom Italia deve nomear Genish como diretor-gerente da empresa no lugar de Cattaneo, assumindo assim também a liderança da TIM Brasil. De acordo com a Reuters, o conselho oficializará tudo na próxima segunda-feira, dia 24.

LEIA TAMBÉM:

Acompanhar esta matéria
Notificação de
6 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários