Presidente da Vivo, Amos Genish fala sobre mudança de marca da GVT

Vivo será a nova marca da GVT a partir de 15 de abril.

Está praticamente tudo pronto para a mudança de marca da operadora de serviços de telecomunicações GVT para Vivo, prevista para acontecer no dia 15 de abril, uma sexta-feira. Amos Genish, diretor-presidente da companhia Telefônica Brasil (atualmente detentora das empresas Vivo e GVT), escreveu uma carta que deverá ser enviada para todos os clientes da GVT em anexo a fatura telefônica.
 
Seguem as palavras do executivo fundador da GVT:
 
“Prezado cliente,
 
Como você já deve estar sabendo, a Vivo e a GVT estão se unindo. Desde maio de 2015,
estamos trabalhando para aumentar ainda mais os nossos padrões de qualidade, serviços
e benefícios exclusivos.
 
O próximo passo dessa união irá acontecer no dia 15 de abril. A partir desse dia, a marca
GVT passa a se chamar Vivo.
 
Com isso, unem-se a marca que oferece a maior cobertura de internet móvel com a que
possui a melhor banda larga do Brasil.
 
A marca que investe em tecnologia e inovação com a que oferece excelência em atendimento.
 
A marca líder em clientes 4G com a primeira marca a oferecer canais HD para todos os clientes. 
 
Você poderá ter móvel, internet, TV, fixo, aplicativos digitais e muito mais em uma única
empresa, no Brasil inteiro.
 
Em breve, enviaremos mais informações sobre fatura, canais de atendimento e todas as vantagens
que vêm por aí.
 
Você irá contar com uma marca líder no mercado de telecomunicações e em clientes de ultra
banda larga, que entrega os melhores serviços e constrói relacionamentos.
 
Esse é o nosso compromisso.
 
Saiba mais em gvt.com.br/vivo
 
Um abraço,
 
AMOS GENISH
Presidente e CEO – Vivo”.
 
Ele também gravou um vídeo, que foi divulgado nas contas da GVT nas redes sociais. O objetivo é fazer com que todos os interessados na operadora saibam o que está prestes a ocorrer, mesmo aqueles que não tem o hábito da leitura.
 



A mudança, que deve ser apresentada oficialmente para o grande público brasileiro no intervalo do Jornal Nacional, da Rede Globo, irá acabar definitivamente com a marca GVT.


O código CSP (utilizado para a realização de chamadas de longa distância) 25, da GVT, será substituído pelo 15, da Vivo.


O site da GVT, bem como suas contas nas redes sociais, serão descontinuados, e todas as informações da operadora fixa serão integradas ao site da Vivo.


Serviços como Minha GVT, GVT Protege e GVT Freedom, serão renomeados para Meu Vivo Fixo, Vivo Protege e Vivo Freedom, respectivamente.


Clientes GVT passam a aproveitar os descontos e vantagens oferecidos no programa de relacionamento Vivo Valoriza. No entanto, os gastos com serviços de telecomunicações da empresa ainda não acumularão pontos.


A partir de 2 de abril, a central de atendimento da GVT será transferida para a da Vivo. Portanto, para suporte à banda larga e telefonia fixa, o consumidor deverá ligar para 103.15. Para ajuda com TV por assinatura, o telefone será 106.15.


Não será necessário trocar os equipamentos já utilizados da GVT. Porém, novos aparelhos da empresa – como roteadores e antenas de recepção de sinal de satélite – já estão sendo encomendados com a logomarca da Vivo.


Leia também:
>> Em site, GVT anuncia união com a Vivo ao público
>> Saiba o que a Vivo terá que fazer por comprar a GVT
>> Telefônica/Vivo fecha acordo bilionário e compra GVT
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
3 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários