Além da CEMIG Telecom, TIM avalia compra da Nextel e fusão com a Oi

Segundo o presidente da TIM Brasil, Stefano De Angelis, por enquanto nada está definido e a preferência inicial realmente deve ser pelas empresas menores.


A TIM Brasil acaba de divulgar seu último balanço trimestral com lucro triplicado e, agora, se prepara para novas fusões e compras para impulsionar ainda mais seus serviços no país. Entre as potenciais empresas? Estão CEMIG Telecom, NextelOi, conforme citou o presidente da companhia em conferência nesta quarta-feira (26), Stefano De Angelis.

Primeiramente, o empresário destaca que o foco deve começar por empresas menores, como a CEMIG, que foi colocada à venda há cerca de um mês. Afinal, são os menores nomes do setor que têm se destacado em crescimento de assinantes, como acontece com a base de banda larga fixa, por exemplo.

Para o CEO da TIM, o plano da empresa é investir fortemente em construção de redes de fibra óptica, e, como a CEMIG Telecom já possui essa rede, a ação de compra poderia ser uma boa forma de unir o útil ao agradável para oferecer melhores serviços de banda larga para os clientes. Porém, tudo ainda passará por uma análise de qualidade da fibra e as questões financeiras. Por enquanto, nada foi definido.

Segundo o portal Giro Business Digital, com informações do Valor Econômico, a aquisição da Nextel também é de interesse do CEO, mas por conta de seu espectro de radiofrequências. Acontece que, segundo ele, ao comprar a empresa, eles poderiam ter que devolver o espectro.


Quanto a possível fusão com a Oi, Stefano afirma que faz total sentido, mas que não vai acontecer enquanto a operadora estiver em recuperação judicial.

LEIA TAMBÉM:


Acompanhar esta matéria
Notificação de
8 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários