Nextel se gaba por ser eleita a melhor operadora do Brasil

COMPARTILHAR:

Conheça os ganhadores das demais categorias da pesquisa “Estadão Melhores Serviços 2015”.

A Nextel não desistiu do Brasil e começa a colher os bons frutos da sua insistência no mercado de comunicação móvel brasileiro, depois de vender suas operações na Argentina, México e Chile para focar aqui. A empresa ficou tão feliz com a notícia que recebeu na semana passada – o jornal O Estado de São Paulo divulgou que, na sua pesquisa Estadão Melhores Serviços, a operadora Nextel foi eleita pelos consumidores como sendo a melhor opção do setor de telefonia celular – que agora vive divulgando para todo mundo a novidade.


Várias inserções publicitárias foram soltas por aí, como esta pequena vinheta de comemoração da conquista:


Apesar de ter sido realizada por um jornal tradicional de São Paulo, a pesquisa abrangeu consumidores de todo o território brasileiro.

Os principais critérios na escolha dos consumidores votantes foram:
  • 71% – Preço/Custo Benefício
  • 63% – Qualidade das ligações
  • 59% – Qualidade da conexão com a internet
  • 58% – Velocidade da internet em relação ao contratado

O Estadão revela, porém, que o setor de telefonia foi o que recebeu a menor média de avaliação (2,73) se comparado a empresas de outros setores, o que mostra uma percepção ainda negativa das pessoas em relação as operadoras de celular.

A vice-liderança do estudo ficou com a Vivo, que aposta na união com a GVT para oferecer melhores serviços. Já o terceiro lugar ficou com Claro e TIM. A primeira acredita que conquistou o pódio por ter aumentado o plano de dados dos seus clientes, enquanto a TIM acredita que os seus investimentos em infraestrutura foram reconhecidos.

Setor de Telefonia Fixa
Os telefones fixos estão caindo em desuso, mas muita gente ainda continua utilizando essa forma de comunicação, seja por preferência ou por necessidade. Aqui, a GVT foi a líder na preferência dos clientes. Seguida pelo NET Fone e Claro Fixo.

Apesar do mal atendimento ser um dos principais problemas relatados pelos participantes da pesquisa, operadoras que inovam e dão uma utilidade maior para as linhas de voz fixas atraem os brasileiros.

  • 72% – estão de olho no preço praticado pelas empresas
  • 58% – optaram pela qualidade das ligações
  • 55% – buscam planos adequados ao seu perfil

A média de avaliação dos votantes foi de 3,07.
Setor de banda larga
A internet banda larga está evoluindo, aos poucos e lentamente, mas está. O sinal prestado por fibra ótica e a expansão dos serviços digitais tem atraído muita gente, o que dá um fôlego no setor, aumentando ainda mais o seu faturamento e número de clientes. A média geral da internet banda larga foi de 3,11 pontos.

A velocidade da internet foi o maior peso na avaliação dos consumidores (72%)
  • 70% – Qualidade da conexão
  • 69% – Preço
  • 64% – Estabilidade da navegação

O serviço de ultra banda larga TIM Fiber (ou Live TIM), é o líder de preferência nacional. Apesar de ter penetrado apenas em grandes cidades de Rio de Janeiro e São Paulo, a alta velocidade oferecida pela serviço, a um preço baixo (custo benefício), faz a operadora liderar. Na divulgação do resultado, o jornal cita um exemplo:

“No início do ano, os clientes do TIM Fiber passaram um domingo sem banda
larga por problemas da empresa. Assim que as dificuldades foram
resolvidas, a operadora mandou um e-mail pedindo desculpas e isentando
os usuários de pagar esse dia na fatura. Choveram e-mails de volta,
elogiando a atitude, diz Flavio Lang, diretor da TIM. Incomuns no setor
de telecomunicações, práticas como essa agradam tanto os clientes que a
empresa se tornou vencedora da categoria banda larga, na pesquisa
Estadão Melhores Serviços.”
A banda larga da GVT (agora com a Vivo), é a segunda melhor avaliada na pesquisa. O pódio fica completo com a NET Vírtua no terceiro lugar.

Setor de TV por Assinatura
A TV Paga agrada mais que o celular, fixo e banda larga, apresentando uma nota média de 3,29. Na pesquisa, 71% dos consumidores olharam principalmente o preço do serviço na hora de avaliar, e foi aí que a média do setor recebeu sua principal baixa, segundo o Estadão, o que mostra que as pessoas ainda acham o serviço prestado caro de mais. Ainda foram avaliados:

  • 66% – Qualidade da imagem
  • 58% – Qualidade geral do produto
  • 58% – Qualidade da programação de acordo com o que contratou

Nenhuma das empresas foi vencedora absoluta neste segmento. Mas Sky e Claro TV dividiram a liderança do pódio. Elas foram acompanhadas por NET, no segundo lugar, e Oi TV, que apareceu na terceira colocação entre as melhores.

Veja na tabela interativa abaixo as empresas de outros setores – além de Telecom – que se destacaram na pesquisa Melhores Serviços do Estadão:


Leia também:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários