InícioNotíciasOi irá dividir rede 4G com a TIM

Oi irá dividir rede 4G com a TIM

A divisão de custos e um calendário apertado para a implementação serão os principais motivos que levam a Oi e a TIM a juntarem esforços para criar uma rede partilhada de quarta geração móvel (LTE) no Brasil. 


A notícia dá conta de uma parceria que será pioneira no mercado brasileiro, permitindo uma redução de custos entre 40 a 60% na implementação dos serviços.

A Oi já reagiu em comunicado ao mercado, não confirmando mas também não desmentindo a informação, adiantando apenas que “o compartilhamento de infraestrutura de rede de telecomunicações é uma prática mundialmente difundida e que a Companhia sempre avalia oportunidades dessa natureza no mercado”.

O serviço deverá estar pronto para entrar em funcionamento em abril, para ser testado e entrar em funcionamento nas cidades que vão receber a Copa das Confederações, o torneio de seleções organizado pela FIFA em junho. As cidades onde serão realizados o campeonato serão Recife, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Rio de Janeiro e Salvador. 

A Oi e a TIM são duas das empresas que se apresentaram ao leilão promovido pela Anatel, comprando frequências para operar redes de quarta geração móvel. As operadoras pagaram R$ 330 e R$ 340 milhões, respetivamente, pelas frequências. 

As concorrentes Vivo e Claro tiveram de investir mais em frequências com maior capacidade de cobertura, pagando mais de R$ 1 bilhão e R$ 844,5 milhões, respectivamente, e não pretendem compartilhar suas redes no momento com nenhuma outra operadora, pois alegam que suas redes terão uma infraestrutura enorme e que não precisam da ajuda de ninguém por enquanto.
Redação Minha Operadorahttps://plus.google.com/112581444411250449571
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
CONTEUDO RELACIONADO
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários

MAIS POPULARES