Compra de 300 torres da Vivo por grupo americano é aprovada

O Cade aprovou, sem restrições, a venda de 300 torres da companhia telefônica Vivo para a American Tower, que constrói e opera torres de redes de comunicações no país.

A compra é parte de uma operação envolvendo, ao todo, a transferência de 1,5 mil torres da operadora para a companhia norte-americana.

A decisão do órgão antitruste foi publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial da União. A Vivo irá apresentar uma lista com 500 torres de telecomunicações e, desse total, a American Tower vai escolher 300 unidades.

O Cade analisou diversas possíveis aquisições do grupo americano, mas segundo a investigação “a empresa não superará a marca de 20% do mercado de torres de telecomunicação em nenhum estado do Brasil, independente das localidades das torres escolhidas”, destacou o parecer da Superintendência-Geral do órgão.

A American Tower conta com mais de 2,5 mil unidades no Brasil, oferecendo também o compartilhamento dessa infraestrutura.

Ao vender o uso das torres, a companhia americana abre a possibilidade de outras operadoras de telefonia oferecerem serviços de telecomunicações por meio delas.

As torres passarão do controle da Vivo para a American Tower, que “poderá locar tais estruturas para operadoras concorrentes da Vivo no mercado de telecomunicações”, já que o negócio aprovado pelo Cade não tem cláusulas restritivas à concorrência, diz o parecer.

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários