Após voltarem a vender, ações da Oi e TIM sobem

Anatel liberou a venda de chips das operadoras


As ações das operadoras de telefonia celular TIM Participações (TIMP3) e Oi (OIBR3, OIBR4) chegaram a disparar no pregão desta sexta-feira (3), após a Anatel liberar a venda de chips a partir desta data, depois de duas semanas de proibição.

Os papéis preferenciais da Oi avançaram até 6,10%, aos R$ 11,48, enquanto o ganho máximo para os papéis ordinários alcançou 4,26%, aos R$ 9,54. Já as ações da TIM atingiram ganhos de 4,44%, aos R$ 9,40, no melhor momento do pregão.

Apesar disso, todos eles já perdem força e passam para o lado negativo. Agora a pouco, os papéis da TIM mostram perdas de 1,22%, aos R$ 8,89, assim como os preferenciais da Oi recuam 0,33%, para R$ 9,12. O único a se manter em campo positivo é a ação ordinária da Oi, em leve alta de 0,37%, aos R$ 10,86. Enquanto isso, o Ibovespa dispara 3,10%.

Após rumores circularem durante a última sessão, o que já levava a fortes ganhos para as operadoras na bolsa, a Anatel confirmou o fim da suspensão no final da tarde de quinta-feira, após aprovar planos de melhorias encaminhados pelas companhias.

Entre 2012 e 2014, Claro, TIM e Oi se comprometeram a investir R$ 20 bilhões para incrementar os serviços, a maior fatia obviamente ficou por conta da TIM, que deverá realizar investimentos de R$ 8,2 bilhões, enquanto a Oi se comprometeu com R$ 5,5 bilhões. Entretanto, a agência alertou que, caso as metas não sejam cumpridas, a suspensão pode volta a ocorrer.


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários