Justiça determina que NET devolva pagamentos por ponto extra

Decisão contra operadora vale para o Rio de Janeiro

A Justiça do Rio condenou a operadora de TV a cabo NET Rio a devolver o valor cobrado pela mensalidade adicional por pontos extras de assinantes desde março de 2010. Cabe recurso.

A decisão, que vale apenas para o Estado do Rio de Janeiro, declarou nula a cláusula contratual que prevê a cobrança de pontos extras.

O Tribunal de Justiça usa como base resolução da Anatel de 2009, que proibiu esse tipo de fatura, para a determinação da devolução do dinheiro.

A decisão da 1ª Vara Empresarial da Capital atendeu a ação civil pública proposta pelo Ministério Público em 2005.

O juiz Luiz Roberto Ayoub determinou que os interessados podem ajuizar ações em suas cidades a fim de garantir a devolução do dinheiro depositado irregularmente.

A NET informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que vai recorrer da decisão. A empresa disse que cumpre as regras estabelecidas pela Anatel.

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários