Vídeo: Dados de executivos da Claro são divulgados por grupo hacker

Atitude foi tomada para protestar contra o bloqueio da internet após o fim da franquia.

Para protestar contra a implantação de franquia de limite nos planos de internet banda larga fixa e móvel, o grupo denominado ASOR Hack Team, ligado ao Anonymous, descobriu e vazou para o público dados privados – como número do CPF, telefone, endereço, data de nascimento e grau de parentesco – de cinco executivos da operadora Claro, incluindo o presidente da empresa, José Félix.
“Exigimos que as operadoras Vivo, Oi, Claro, TIM e NET sejam impedidas de comercializar novos planos com previsão de bloqueio à conexão após fim da franquia do 3G e da internet fixa.”, afirmou o grupo por meio de uma página no Facebook.






Apesar de o ato ser criminoso, muitos internautas parabenizaram o grupo pela ação, que faz parte da operação “OpOperadoras”, tendo como alvo as maiores empresas de telecomunicações do Brasil.



Até o momento da publicação deste artigo, a Assessoria de Imprensa da Claro não havia se pronunciado sobre o assunto.



Leia também:
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários